DSpace

RI UFBA >
Instituto de Psicologia >
Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI) >
Teses de Doutorado (PPGPSI) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21259

Title: Processos afetivo-semióticos na integração da perda de um filho por morte violenta à identidade pessoal materna
Authors: Silva, Márcio Santana da
???metadata.dc.contributor.advisor???: Bastos, Ana Cecília de Sousa
Keywords: Luto materno;Self;Identidade pessoal;Mediação semiótica;Emoções;Bereavement and grief in motherhood;Self and Identity;Semiotic Mediation;Emotions
Issue Date: 20-Jan-2017
Abstract: Este estudo teve como objetivo principal compreender os processos afetivo-semióticos através dos quais mães que perderam filhos por motivos de morte violenta (homicídio) integram tal evento traumático ao senso de self, enfatizando-se os processos de emergência e mediação semiótica, bem como a organização semiótica das experiências afetivas. A fundamentação teórica do presente estudo é constituída por conceitos da psicologia cultural de orientação semiótica, bem como pela teoria do self dialógico. Da psicologia semiótico-cultural, os principais construtos teóricos articulados neste estudo foram: signos (tipos e funcionamento em processos psicológicos), sínteses pessoais, sistemas semióticos pessoais, mediação semiótica, condições de emergência semiótica e organização semiótica da experiência afetiva. Este estudo de caso descritivo e de cunho predominantemente instrumental foi desenvolvido no bairro de Plataforma, área integrante do Subúrbio Ferroviário de Salvador, Bahia, e é integrado por dois casos: o da participante Rebeca (41 anos de idade), que havia tido três filhos jovens assassinados quando de sua participação neste estudo e o outro, da participante Helena (52 anos de idade), com dois filhos jovens vítimas de homicídio à época de sua participação no estudo - a primeira participante apresentou uma integração minimamente satisfatória das perdas traumáticas ao seu senso de self, o que não ocorreu no caso de Helena. Os dados foram coletados através de uma entrevista narrativa, seguida de entrevistas semi-estruturadas e, ao fim, uma entrevista conversacional com cada participante separadamente. A análise de dados seguiu, em termos gerais, um modelo categorial baseado em episódios caracterizados como eventos ambivalentes; ademais, a análise priorizou os conteúdos compartilhados pelas participantes, embora a forma de construção de tais conteúdos tenha sido eventualmente considerada nas análises, sendo cada caso analisado separadamente. Dentre os achados, aqueles relacionados à integração pessoal da perda podem ser assim sumarizados: sínteses afetivo-semióticas pessoais (como a posição de eu pessoa forte, por exemplo), oriundas de problemáticas envolvendo elementos centrais da experiência de luto, foram fundamentadas em elementos da história de vida da mãe enlutada interconectados com elementos da história pessoal do filho falecido; nesse sentido, o foco da mãe enlutada recaiu sobre elementos das histórias de vida (sua e do filho) que haviam promovida a trajetória a qual resultaria, por fim, na morte do filho. Além disso, mesmo quando satisfatórias e funcionais (a partir da avaliação da própria participante), tais síntese foram caracterizadas como construções afetivo-semióticas complexas e integradas por elementos mantenedores de ambivalência, a partir de um catalisador semiótico internamente ambivalente. Com relação ao caso de não integração da perda ao senso de self, destacou-se uma série de mecanismos envolvendo tentativas de circunvenção do direcionamento social rígido das experiências afetivas de pesar e luto, dentre os quais pode-se destacar: compressão semiótica da experiência afetiva, através da contextualização de signos afetivamente relevantes e de funcionamento automático; reorganização do campo afetivo através da valoração dos afetos experienciados; e, por fim, condição errática de emergência semiótica mediada por signos fortes. Em ambos os casos, destacou-se uma ênfase pessoal intensificada na organização semiótica das experiências afetivas em relação com o rígido direcionamento social de tal organização. This case study aimed at understanding how bereaved mothers who have lost young children to homicide integrate such traumatic losses to their sense of self through affective-semiotic processes. Semiotic construction and mediation as well as semiotic organization of affective experiences are main general processes which were emphasized in this study, whose theoretical framework is that of a cultural psychology os semiotic orientation as well as the dialogical self theory. The main theoretical constructs from semiotic cultural psychology which were contextualized in this study are: signs (types and their functioning in psychological processes); personal syntheses; personal semiotic systems; conditions of semiotic emergence and semiotic mediation; and semiotic organization of affective experiences. The present descriptive case study of predominantly instrumental interest was developed in Plataforma area, in Subúrbio Ferroviário de Salvador, Bahia, Brazil, being composed by two single cases: Rebeca’s (41 years old) and Helena (52 years old). Rebeca had lost three young adult male children when she participated in the study and she presented a minimally satisfactory integration of the losses to her sense of self; Helena, who had lost two young adult children (a son and a daughter) at the time of her participation in the study, did not presented such a subjective integration as Rebeca did, still facing difficulties in constructing personally integrated meanings regarding her losses (mainly related to her deceased daughter). The data collecting procedures included a narrative interview, followed by semistructured interview and, finally, a conversational interview, being the participants interviewed individually. Data analysis followed a categorical model, focusing in episodes characterized as ambivalent situations; furthermore, the analysis also focused on the contents shared by the participants, being the form through which such contents emerged occasionally taken into consideration during the process of data analysis. Among the main findings related to Rebeca’s case, the following ones stood out: personal affective-semiotic syntheses (such as I-as-strong person), which originated from issues related to central elements of the grieving experience, wered founded upon elements of the bereaved mother’s personal trajectory intertwined with elements of the deceased sons’ personal trajectories; in this sense, the bereaved mother focused on personal life trajectories (hers and her sons’ in relation to social others) which had promoted the sons’ trajectories that ultimately led to their deaths. Besides, even when the personal syntheses were considered functional and satisfactory by the participant, such syntheses were characterized as manifold affective-semiotic constructions which were made up by ambivalence-laden elements. In such cases, the very semiotic catalyzer element was considered ambivalence-filled as well. As for Helena’s case, in which no relevant integration of the losses was presented, a series of semiotic mechanisms which involved attempts to circumvent the strict social direction of her affective experience was explored, of which the following stood out: semiotic-mediated constriction of the affective experience, through the contextualization of signs which were affectively relevant (i.e. to which the participant was affectively sensitive) and of automatic functioning; reorganization of the affective experience through valuation of the affective field; and erratic condition of semiotic emergence through contextulization of strong signs. In both cases, it was identified an intensified personal emphasis on the personal semiotic counter-organization of the affective experience in opposition to the strict social direction towards it.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21259
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGPSI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
tese de Marcio Santana da Silva.pdf14.18 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA