DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Economia >
Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGECO) >
Dissertações de Mestrado (PPGECO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21078

Title: Desindustrialização: uma leitura selecionada para Brasil e México
Authors: Silva Júnior, Divaldo Oliveira da
???metadata.dc.contributor.advisor???: Balanco, Paulo Antônio de Freitas
Keywords: Desindustrialização;Reprimarização;Reformas neoliberais;Nafta
Issue Date: 19-Dec-2016
Abstract: A presente dissertação aborda o debate sobre desindustrialização, suas causas, conceitos e a sua ocorrência no Brasil e no México. O trabalho tem sua inspiração nas crescentes discussões sobre a desindustrialização e seus efeitos nas economias, principalmente nas em desenvolvimento. O objetivo final foi analisar um possível processo de desindustrialização no Brasil e no México. Para a consecução do objetivo, primeiro foi realizada uma revisão de literatura sobre o papel atribuído a indústria para crescimento econômico de longo prazo, segundo a visão dos economistas heterodoxos. Seguidamente, buscou-se embasar o estudo levantando os principais conceitos acerca da desindustrialização, para tanto, realizou-se uma revisão de literatura com os principais autores que abordam o tema. Por intermédio do levantamento de dados sobre o comportamento do setor industrial em cada país em diversas fontes secundárias, e amparado sobre a literatura que discorre sobre a desindustrialização para Brasil e México, pode-se observar que ambos enfrentam um processo de desindustrialização. Ambos os países encerraram sua Industrialização por Substituição de Importações na década de 1980, e, na década de 1990 enfrentaram a implementação de políticas neoliberais de abertura comercial e financeira. Após a implantação das políticas liberais, o México enfrentou a desestruturação das cadeias indústrias nacionais¸ em virtude da sua entrada para o NAFTA, da substituição da base industrial pelo modelo de indústrias maquiladoras e das grandes remessas de dinheiro enviadas dos Estados Unidos, que tiveram efeito similar a uma doença holandesa. O Brasil por sua vez, manteve seu pátio industrial com uma robustez relativamente maior que o México durante a década de 1990. No entanto, as reformas reduziram a capacidade da indústria de dinamizar a economia e consolidou a manutenção do câmbio valorizado, esses dois elementos associados a uma conjuntura internacional favorável as exportações de commodities, em desfavorecimento as de manufaturas, promoveram uma desindustrialização no Brasil.
This dissertation addresses the deindustrialization debate, its causes, concepts and their occurrence in Brazil and Mexico. The work has its inspiration in the growing discussions on de-industrialization and its effects on the economy, especially in developing countries. The ultimate goal was to analyze a possible de-industrialization process in Brazil and Mexico. To achieve the goal, first it was carried out a literature review on the role given to industry for long-term economic growth, according to the vision of heterodox economists. Next, he sought to base the study raising the key concepts about deindustrialization, therefore, there was a literature review with key authors who study the subject. Through the survey data in various primary sources on the industry's behavior in each country, and supported on the literature that addresses the deindustrialization to Brazil and Mexico, it can be seen that both face a process of deindustrialization. Both countries ended their Industrialization by Import Substitution in the 1980s, and in the 1990s they faced the implementation of neoliberal policies of trade and financial openness. After the implementation of liberal policies, Mexico face the disintegration of national industries chains by virtue of their entry to NAFTA, the replacement of the industrial base model maquiladora industries and large remittances from the United States, which had a similar effect a Dutch disease. The Brazil in turn, maintained its industrial courtyard with a relatively more robust than Mexico during the 1990s, though the reforms have reduced the capacity to boost the economy industry and consolidated the maintenance of overvalued exchange rate, these two elements associated with a favorable international conjuncture exports of commodities, the disadvantage of manufactured, promoted a deindustrialization in Brazil.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21078
ISSN: Dissertação
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGECO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação final Divaldo Oliveira.pdf1.44 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA