DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Programa de Pós-Graduação em Geografia (POSGEO) >
Dissertações de Mestrado (POSGEO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/20155

Title: Problemática e perspectivas dos resíduos sólidos das conchas de mariscos originado da mariscagem nas comunidades tradicionais em Salinas da Margaria - Ba
Authors: Santos, Luís Alberto Adorno dos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Torres, Antonio Puentes
Keywords: Marisco;Sustentabilidade;Resíduos sólidos
Issue Date: 26-Aug-2016
Abstract: RESUMO Grande parte da concentração da população no Brasil se localiza no espaço costeiro, por se mostrar desde o início da colonização do país, os locais mais adequados para implantação de cidades, portos, plantações e outras intervenções antrópicas. Essa ocupação, contudo necessitava de abrigo e fortificações resistentes às intempéries e a invasões de outros povos. Para isso os colonizadores utilizaram diversos recursos naturais disponíveis na Nova Terra como madeira, argila, rochas calcárias, na produção de argamassas, para a construção de edificações. Nessas construções, as conchas de mariscos e corais, tiveram importância na substituição das rochas calcária, na produção de argamassa de cal hidratada, no período colonial, na Bahia, aproveitando o grande volume encontrado na região. Ainda hoje as conchas de mariscos são utilizadas como artefatos decorativos, peças de artesanato, que são vendidos principalmente aos turistas que visitam as comunidades tradicionais. Verificou-se também, que as conchas de mariscos mais utilizadas nas comunidades para esse fim são os bivalves da espécie Anomalocardia brasiliana (Gmelin, 1791), pertencente à família Veneridae que reúne aproximadamente 500 espécies viventes, pertencentes à aproximadamente cinquenta gêneros e doze subfamílias (CANAPA, 1996). É no município de Salinas da Margarida, BA, que este molusco é responsável pelo sustento da maioria das comunidades tradicionais de marisqueiras e uma parcela das suas conchas são utilizadas como agregado, substituindo o gravilhão nas vigas e estruturas das casas. O problema levantado é o sub aproveitamento na construção civil e a deposição final inadequada, provocando repercussões negativas para a comunidade e o meio ambiente propiciando a presença de vetores de zoonoses. As conchas de mariscos acumuladas por longo tempo acabam por produzir odores desagradáveis nas casas, atraindo mosquitos e roedores. Neste contexto, optou-se pelo estudo do aproveitamento dos resíduos sólidos das conchas do marisco, como uma das variáveis de sustentabilidade no município de Salinas da Margarida, BA. Este estudo buscou-se, a partir da análise socioambiental, das comunidades tradicionais, entender a apropriação do espaço natural, como meio de sobrevivência,e também analisou-se os aspectos socioambientais das comunidades de marisqueiras, fez-se uma estimativa do volume das conchas de mariscos, ensaios da produção de cal, utilização das conchas como agregado graúdo na produção de bloco vazado simples de concreto e melhorias das técnicas aplicadas nas comunidades, evitando as perdas de materiais pelo emprego incorreto das conchas nas construções espontâneas de casas populares. Conclui-se que o aproveitamento das conchas de mariscos poderá contribuir para a minimização dos resíduos sólidos urbanos e com isso melhorar a salubridade ambiental com a retirada das áreas inadequada, e fomentar a organização social com a formação de cooperativas a fim de melhorar a renda das comunidades de marisqueiras.
ABSTRACT Most of the concentration of the population in Brazil is located in coastal areas, as showed since the beginning of the colonization of the country, the most appropriate locations for deployment of cities, ports, plantations and other human interventions. This occupation however needed shelter and fortifications resistant to weathering and invasions of other people. For that settlers used various natural resources available in new earth discovered as wood, clay, limestone, in the production of mortars for the construction of buildings. In these constructions, the shells of shellfish and corals were important in the replacement of limestone rocks, in the production of hydrated lime mortar, in the colonial period, in Bahia, taking advantage of the large amount found in the region. Even today the shells of shellfish are used as decorative artifacts, handicrafts, which are sold mainly to tourists visiting traditional communities. It was also found that the shells of clams used in most communities for this purpose are the bivalve species of Anomalocardia brasiliana (Gmelin, 1791), belonging to the family Veneridae bringing together approximately 500 living, species belonging to approximately fifty genera and twelve subfamilies ( CANAPA, 1996). It is in the municipality of Salinas da Margarida, BA, this mollusk is the breadwinner of the most traditional communities of seafood restaurants and a portion of their shells are used as aggregate, replacing small stones the rafters of houses and structures. The problem raised is the under utilization in construction and inadequate final disposal, causing a negative impact on the community and environment favoring the vectors presence of zoonoses. The shells of clams accumulated for a long time end up producing unpleasant odors in homes, attracting mosquitoes and rodents. In this context, we chose to study the utilization of solid waste from shellfish shells, one of the variables of sustainability in the Salinas da Margarida, BA municipality. This study was sought from the environmental analysis, the traditional communities, understand the ownership of the countryside as a means of survival, and also examined whether the social and environmental aspects of communities of seafood, made an estimate of shells seafood measure, testing the production of lime, use of shells as aggregate in the production of simple hollow concrete block and improvements in the techniques applied in communities, preventing loss of material by improper use of the shells in the spontaneous constructions of public housing. We conclude that the use shells of shellfish can contribute to the minimization of solid waste and thus improve the environmental health with the removal of unsuitable areas, and foster social organizations with the formation of cooperatives in order to improve the income of fisherwoman communities.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/20155
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (POSGEO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Luis_Alberto_Adorno_Santos_Dissertacao.pdf4.37 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA