DSpace

RI UFBA >
Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia >
Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal nos Trópicos (PPGCAT) >
Dissertações de Mestrado (PPGCAT) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/19688

Title: Variáveis clínica, parasitológica hematológica e bioquímica de caprinos e ovinos infectados naturalmente por nematóides gastrintestinais sob o mesmo sistema de produção
Authors: Cavele, Alfeu
???metadata.dc.contributor.advisor???: Almeida, Maria Ângela Ornelas de
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Madruga, Cláudio Roberto
Keywords: helmintos;Haemonchus;volume globular;ruminantes
Issue Date: 22-Dec-2009
Abstract: Foram realizados dois estudos: No primeiro foi avaliado o método FAMACHA© em caprinos e ovinos, mantidos nas mesmas condições, no sertão do Estado da Bahia, Brasil. Foram selecionados 60 caprinos mestiços Anglo Nubiano e 60 ovinos mestiços (Santa Inês x Dorper), entre quatro e oito meses de idade, criados em sistema extensivo e mantidos nas mesmas pastagens. A cada semana durante três meses, Julho a Outubro, foi determinado o grau FAMACHA© e o escore corporal (EEC) e coletadas amostras de fezes e de sangue. A comparação de médias da contagem de ovos nas fezes (OPG) foi de 1991(116,3) nos caprinos e 596,2(104,4) em ovinos; do volume globular (VG) foi de 25,4% (0,38) nos caprinos e 31,5%(0,37) em ovinos; grau FAMACHA© 2,8(0,06) nos caprinos e 1,9(0,34) em ovinos; fibrinogênio plasmático nos caprinos 338,6 mg/dl(10,17) em ovinos 269,9 mg/dl8,62) e de larvas do gênero Haemonchus caprinos 41,1%(3,37) em ovinos 26,4%(4,3), estatisticamente diferente (P<0,05), entretanto o mesmo não foi observado com o valor da proteína plasmática e do percentual de larvas dos gêneros Trichostrongylus e Oesophagostomum. Na análise de todas as avaliações foi demonstrado que o grau 3 foi mais predominante nos caprinos e o grau 2 para os ovinos, com as percentual válido de 47,93 e 57,14, respectivamente. Na comparação entre a presença de anemia e o grau FAMACHA©, a especificidade foi alta e a sensibilidade baixa para ambas as espécies. O valor preditivo positivo foi baixo, porém o negativo foi alto, o que pode assegurar que animais com um resultado negativo no método FAMACHA© realmente não tenham anemia. No segundo experimento, realizado na mesma propriedade, utilizando a mesma base de dados foi feita a análise de agrupamento, utilizando grau FAMACHA©, OPG, e o VG sendo selecionadas 10 cabras com potencial para resistência (PR) e 10 com potencial para suscetibilidade (PS) aos nematóides, acompanhados quinzenalmente por mais 2 meses. Doze destes animais, seis do grupo PR e seis do grupo PS, foram abatidos para contagem e identificação dos xi helmintos gastrintestinais. Os caprinos pertencentes ao grupo PS apresentaram os maiores valores do grau FAMACHA©, do OPG, do percentual de L3 de Haemonchus,, Trichostrongylus e Oesophagostomum e da concentração de fibrinogênio, e os menores valores de VG e escore corporal, diferindo estatisticamente (P<0,05), enquanto a proteína total não diferiu estatisticamente. Na análise de todas as avaliações foi demonstrado que os graus 3 e 4 foi mais predominante nos animais PS, com as percentuais válidos de 45,5 e 30,5 respectivamente, e os graus 2 e 3 nos PR, com os respectivos percentuais válidos de 34,4% e 51,9. Observou-se também que 58,4% dos animais PS e 90,6% dos PR estão entre o grau FAMACHA© 1 e 3. O aumento do nível de infecção parasitária refletiu estatisticamente na diminuição dos valores médios do volume globular dos PS. O total de estádios jovens e adultos de nematóides obtidos dos caprinos PS foi 2660,41 contra 1669,34 dos PR. Apesar de não ser encontrado diferença estatística significativa entre as espécies de nematóides, o grau de infecção foi moderado para o H. contortus nos animais do grupo PS e leve nos PR, enquanto a infecção por T. colubriformes foi considerada pesada e moderada nos grupos PS e PR respectivamente, e para ambos os grupos a infecção por O. columbianum foi alta. A associação dessas técnicas é um modelo importante na abordagem das nematodeoses em caprinos em condições do semi-árido onde possibilitou monitorar a haemoncose em pequenos ruminantes criados no sertão baiano, auxiliando no controle das parasitoses.
Two studies were carried out: On the first study FAMACHA© system was evaluated in sheep and goats, kept under the same conditions, in Bahia state, Brazil. Sixty Anglo Nubiano mixed goats and sixty Santa Inês x Dorper cross breed sheep, four to eight months old age, raised at extensive farming system under the same pasture area were selected. FAMACHA© score, body condition, blood and faecal samples were collected every week during three months, from July to October. Mean faecal worm egg counts (FEC) comparisons were 1991(116.3) for goats and 596.2(104.4) for sheep; packed cell volume (PCV) were 25.4% (0.38) for goats and 31,5%(0.37) for sheep; FAMACHA© score 2.8(0.06) for goats and 1.9(0.34) for sheep; plasma fibrinogen in goats 338.6 mg/dl(10.17) and in sheep 269.9 mg/dl(8.62) and Haemonchus larvae in goat 41.1%(3.37) and in sheep 26.4%(4.3), were statistically different (P<0.05), that was not observed with plasmatic protein and Trichostrongylus and Oesophagostomum larvae percentages. FAMACHA© score 3 for goats and score 2 for sheep were the most predominant observation in overall analysis of all evaluations, with valid percentages of 47.93 and 57.14, respectively. Comparing presence of anemia and FAMACHA© score, specificity was high and sensibility was low, for both species. Positive predictive value was low, but negative value was high, assuring that animals with FAMACHA© negative results were not anemic. The second experiment, conducted at the same property, used the same database for groupment analysis, using FAMACHA© score, EPG and PCV. Ten goats with potential to resistance (PR) and 10 goats with potential to suscetibility (PS) to nematode infection were evaluated at 15 days intervals during 2 months. Twelve animals, six of the PR group and six of the PS group were killed for gastro-intestinal helminth counts and identification. Goats from PS group presented the highest FAMACHA© scores, EPG counts, Haemonchus, Trichostrongylus and Oesophagostomum L3 larvae percentages and plasma fibrinogen concentration, and the lowest PCV values and body condition scores, differing statistically (p<0.05), whereas total serum protein showed no statistical difference. Analysis of all evaluations showed xiii that scores 3 and 4 were the most predominant in animals PS with valid percentages of 45.4 and 30.5, respectively, and scores 2 and 3 in PR, with respective valid percentages of 34.4 and 51.9. Is was also observed that 58.4% of the PS animals and 90.6% of PR are between FAMACHA© score 1 and 3. Increase of the parasitic infection level was statistically related to mean PCV value reduction in PS. Total number of immature and adult nematodes were 2660.41 in PS goats against 1669.34 in PR. Although there was no statistically significant difference among nematode species, H. contortus infection degree was moderate in PS animals and slight in PR, whereas T. colubriformes infection was considered intense and moderate in groups PS and PR, respectively, and O. columbianum infection was intense in both groups. Association of these techniques is an important model to access nematodiosis in goats under semi-arid conditions. It was possible to evaluate haemonchosis in small ruminants raised in Bahia, and aid parasite control.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/19688
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGCAT)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Alfeu Dissertacao.pdf467.17 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA