DSpace

RI UFBA >
Instituto de Biologia >
Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Biomonitoramento (Pós-Ecologia) >
Dissertações de Mestrado (Pós-Ecologia) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/19560

Title: Efeito da porcentagem da cobertura florestada sobre o ectoparasitismo de pequenos mamíferos silvestres em quatro paisagens da Mata Atlântica da Bahia, Brasil
Authors: Santos, Norlan de Jesus
???metadata.dc.contributor.advisor???: Delabie, Jacques Hubert Charles
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Franke, Carlos Roberto
Keywords: Animais silvestres - Habitat (Ecologia);Paisagens fragmentadas - Mata Atlântica;Mamífero - Parasito;Vetores artrópodes;Epidemiologia.
Issue Date: 21-Jun-2016
Abstract: A redução de habitat é considerada a maior ameaça à biodiversidade, dentre outras razões, pela alteração da relação entre parasitos e hospedeiros, gerando impactos negativos nas espécies envolvidas. Neste estudo foi avaliada a modificação na riqueza e abundância de parasitos e as taxas de parasitismo em relação ao processo de redução de abitat. No presente estudo foram analisados 130 pequenos mamíferos, distribuídas em 18 espécies, 14 de roedores e 4 de marsupiais. Foram identificadas 20 espécies de ectoparasitos. As espécies de ácaros: Eubrachilaelaps rotundus (n=347), Gigantolaelaps oudemansi (n=83) e G. vitzthumii (n=66), pertencentes à Sub-classe Acari e Família Laelapidae foram as mais frequentes. O cálculo de prevalência de ectoparasitismo por paisagem resultou em 91% em Valença (25% de cobertura florestada), 64% em Nilo Peçanha (35% de cobertura florestada), 72% em Camamú (45% de cobertura florestada) e 50% em Jaguaripe (55% de cobertura florestada). O cálculo da intensidade do ectoparasitismo, número de ectoparasitos por hospedeiro infestado, resultou em 13,6 em Valença, 8,9 em Nilo Peçanha, 13,6 em Camamú e 4,8 em Jaguaripe. Foi identificada maior riqueza e maior abundância de parasitos associados à redução de habitat. São necessários mais estudos que abordem as implicações epidemiológicas destes achados.
The process of habitat reduction is considered the most threat to biodiversity and may alter animal communities and ecological relationships, among then the parasitism. The parasites play important roles in ecosystems, and may alter the biodiversity. In the four sampling units were captured 130 individuals belonging to 18 species of small mammals, 14 species of rodents and four marsupials. We identified 20 species of ectoparasites. The mite species: Eubrachilaelaps rotundus (n = 347), Gigantolaelaps oudemansi (n = 83) and G. vitzthumii (n = 66), belonging to the Sub-Class and Family Laelapidae Acari were the most frequent. The calculation unit ectoparasitismo prevalence of a sample size at Valença was 91% (25% coverage forested), 64% at Nilo Peçanha (35% coverage forested) 72% at Camamú (45% coverage forested) and 50% at Jaguaripe (55% coverage forested). The calculation of the intensity of ectoparasitismo, number of ectoparasites per infested host, resulted in 13.6 at Valenca, 8.9 at Nilo Peçanha, 13.6 at Camamú, and 4.8 at Jaguaripe. Was identified greater richness and greater abundance of parasites associated with the reduction of habitat.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/19560
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (Pós-Ecologia)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Norlan_Dissertação_Ecologia e Biomonitoramento_versao_final.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA