DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Programa de Pós-Graduação em Geografia (POSGEO) >
Dissertações de Mestrado (POSGEO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/19345

Title: A relação entre as identidades territoriais e a “nova urbanidade”: o caso das manifestações identitárias dos grupos de motociclistas em Salvador, Bahia
Authors: Fernandes, Hiram Souza
???metadata.dc.contributor.advisor???: Henrique, Wendel
Keywords: Identidade;Território;Moto Clubes (M.C.s);Nova urbanidade;Territorialidade humana – Salvador (BA);Motociclistas
Issue Date: 1-Jun-2016
Abstract: A dissertação de mestrado aqui apresentada refere-se à pesquisa que buscou compreender as relações que se engendram entre as identidades territoriais, no plano do cotidiano urbano, e a “nova urbanidade”, na cidade de Salvador, Bahia. Para este trabalho, que consiste em um estudo de caso, o recorte de análise está vinculado aos grupos de motociclistas organizados em Moto Clubes (M.C.s). A escolha pelos agregados identitários de motociclistas deveu-se ao interesse pessoal do pesquisador pelas manifestações culturais que apresentam ideais de cultura diferentes em relação à cultura hegemônica “imposta” pelas diversas esferas do poder, como, por exemplo, as do poder midiático e da indústria do carnaval em Salvador. Além disso, a escolha revela manifestações de um agregado identitário que possui características extremamente distintas, baseando-se em Haesbaert (2007), no que diz respeito ao continuum que este autor apresenta, caracterizando as identidades desde a “multiterritorialidade” à “reclusão territorial”. Esta, por sua vez, reforça a segregação e o fechamento das manifestações identitárias. A segregação é entendida a partir de Correa (1989), como sendo caracterizada pela individualidade física e cultural, resultante do processo de competição impessoal que gera espaços de dominação dos diferentes grupos sociais levando-as a uma “reclusão territorial”, como no caso de determinados grupos de motociclistas. Por outro lado, a “multiterritorialidade” é caracterizada pelas “identidades híbridas” que são altamente influenciadas pelo aumento da mobilidade das populações, o que é notadamente uma característica de alguns outros grupos de motociclistas que são mais abertos aos intercâmbios culturais e a uma flexibilidade na materialização do território. Tendo em vista essa diferenciação dos agregados identitários com base no continuum proposto por Haesbaert (2007), tive a possibilidade de observar e compreender as distintas manifestações de diferentes grupos de motociclistas através das experiências do espaço vivido. Tal fato contribui para a compreensão e o enriquecimento das reflexões sobre a constituição das territorialidades tendo como referência as identidades territoriais. A compreensão sobre a formação de territorialidades urbanas em Salvador parte ainda das discussões sobre a “nova urbanidade”, proposta por Carlos (1997), a qual se materializa no espaço e se realiza no cotidiano da grande cidade, possibilitando que o surgimento / crescimento / desaparecimento das manifestações identitárias na cidade contemporânea parta das ideias de segregação social urbana e da tendência cada vez mais marcante do isolamento dos indivíduos, pela competição e pela individualidade, mesmo existindo um movimento dialético, no sentido de complementaridade, que através de uma convivência solidária possibilita o desenvolvimento de agregados identitários diversos.
ABSTRACT The Master Dissertation presented here refers to the research that aims to understand the relationships between the territorial identities, in terms of everyday urban life, and the "new urbanity" in the city of Salvador, Bahia, Brazil. For this work, which consists in a case report, the clipping of analysis is linked to the groups of motorcyclists that are associated in Motorcycle Clubs (M.C.s). The choice of motorcyclist's clusters of identity was made due to the personal interest of the researcher by cultural manifestations that express ideals of culture that are different if compared to the hegemonic culture imposed by various spheres of power, such as the media power and the industry of carnival power, in Salvador. Moreover, the choice reveals manifestations of an aggregate of identity that has diverse characteristics, based on Haesbaert (2007), with respect to the continuum that this author presents characterizing the identities since the "multiterritoriality" to "territorial seclusion". This, in turn, reinforces segregation and the closing of the manifestations of identity. Segregation here is understood by Correa (1989), as characterized by physical and cultural individuality, resulting from the competition process that creates impersonal spaces of domination of different social groups leading them to a "territorial seclusion" as in the case of certain groups of motorcyclists. On the other hand, the "multiterritoriality" is characterized by "hybrid identities" that are highly influenced by the increased mobility of populations, which is mainly a feature of some other groups of motorcycle riders who are more open to cultural exchange and flexibility in the materialization of the territory. In view of this differentiation of aggregates of identity since the continuum proposed by Haesbaert (2007), I had the opportunity to observe and understand the different manifestations of different groups of riders from the experiences of lived space. This fact contributes to the understanding and enrichment of the reflections of the constitution of territorialities since territorial identities. The understanding of the creation of the urban territorialities in Salvador also begins since the discussions on "new urbanity", proposed by Carlos (1997). The "new urbanity" materializes itself in space and takes place in everyday life in the big cities, enabling that the emergence / growth / disappearance of the manifestations of identity in contemporary city leads from the ideas of urban social segregation and the increasingly striking trend of the isolation of individuals, by competition and individuality. This happens even if there is a dialectical movement in the sense of complementarity, which via a joint of possible coexistence leads the development of several groups of identity. Keywords: identity, territory, Motorcycle Clubs (M.C.s), new urbanity.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/19345
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (POSGEO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Hiram Souza Fernandes.pdf8.63 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA