DSpace

RI UFBA >
Escola de Administração >
Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) >
Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18898

Title: Geometria de um nó: administração política e formação social no Brasil
Authors: Matos, Lara Sousa
???metadata.dc.contributor.advisor???: Santos, Reginaldo Souza
Keywords: Administração Política;Formação Social;Cidadania;Sociedade;Estado;Economia;Political Management;Social Formation;Citizenship;State;Economy
Issue Date: 19-Apr-2016
Abstract: Esta dissertação tem por objetivo colaborar para a compreensão da realidade brasileira, haja vista as condições reais de vida da maioria da população, traduzidas pela precariedade da cidadania vivenciada no país. A pesquisa foi empreendida tomando-se por conceitos norteadores a Administração Política, que assume como objeto a gestão das relações sociais, e a Formação Social, que compreende a inter-relação sistêmica entre as dimensões que forjam a realidade. O conceito de Formação Social foi tomado em sua acepção marxista. Sendo assim, este estudo elegeu para observação três dimensões principais: Sociedade, Estado e Economia, derredor das quais estrutura a análise. A respeito de cada uma destas ordens foram elaboradas, inicialmente, considerações gerais, que delineiam o quadro referencial de análise. Em seguida, os elementos específicos da formação social brasileira foram abordados. Ao identificar seus principais conceitos e categorias constituintes, explicitando a interação que estabelecem, pretendeu-se alcançar o intuito expresso. Importante registrar a teoria psicanalítica, que foi utilizada como fundamento para a discussão sobre a conformação do sujeito e do registro simbólico. O campo onde se desenvolveu a pesquisa é a literatura; tratou-se, portanto, de uma pesquisa teórica. A conclusão indicou as características atinentes às três dimensões da formação social e elabora uma sugestão de modelo de análise. This Master’s thesis aims to contribute to a better understanding of Brazilian reality, considering the actual living conditions of the majority of the population, shown by the precariousness citizenship experienced in the country. This research was conducted by the guiding concepts of Political Administration, which takes as its object the management of social relations, and Social Formation, that comprises the systemic interrelationship between the dimensions that shape the reality. The concept of Social Formation is taken in its Marxist sense. Thereby, this study chose to observe three main dimensions: Society, State and Economy, from which the analysis is structured. Considering each one of these dimensions, general assumptions are initially presented, and outline the framework of analysis. Then, the specific elements of Brazilian Social Formation are disclosed. As the research identifies those important concepts and constituent categories, describing the interaction established between then, it corroborates to the intent of reaching the expressed purpose. It’s important to highlight the Psychoanalytic Theory, which is used as a basis for debating about the conformation of the subject and the symbolic record. This research was developed as a literature review; being, therefore, a theoretical research. The conclusion indicates characteristics related to the three dimensions of Social Formation and formulates, as a suggestion, an analysis model.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18898
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Matos, Lara Sousa.pdf1.22 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA