DSpace

RI UFBA >
Escola de Administração >
Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) >
Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18331

Title: Formação da economia brasileira e dependência tecnológica: implicações no déficit da conta de serviços do Brasil
Authors: Costa, Monique Silva
???metadata.dc.contributor.advisor???: Ribeiro, Maria Teresa Franco
Keywords: América Latina;Brasil;industrialização tardia;dependência tecnológica;conta de serviços;déficit;Latin America;Brazil;late industrialization;technological dependency;services account;deficit
Issue Date: 1-Dec-2015
Abstract: A difusão da revolução tecnológica pelo mundo (sobretudo a partir dos anos 70) propiciou uma reestruturação produtiva mundial, que colaborou para a consolidação de um novo regime de acumulação capitalista flexível, promovendo não só a propagação de informações, como também facilitando a tomada de decisões e trocas comerciais e financeiras a nível global. Contudo, esse contexto, acabou por também contribuir para reforçar as diferenças entre os países oriundos da periferia e aqueles advindos do centro, nos quais a industrialização se encontrava mais avançada e que, portanto, detinham maiores vantagens comparativas e competitivas em ciência, tecnologia e inovação (CT&I). Essa conjuntura realçou o caráter dependente da América Latina que colaborou para a geração de retardos nas economias latino-americanas, temática levantada neste estudo sob a ótica da industrialização tardia, a fim de conhecer os caminhos que levaram à formação desse padrão de desenvolvimento específico. Desse modo, a formação econômica do Brasil, como país de origem periférica do sistema-mundo capitalista, corroborou para um processo de industrialização tardia do qual decorreu seu caráter deficiente quanto à produção interna de tecnologia. Esse cenário, dentre outros fatores, gerou o quadro de dependência tecnológica que veio a implicar na constituição historicamente deficitária da conta de serviços do balanço de pagamentos brasileiro, visto que após a rearticulação econômica mundial dos anos 70 e a intensificação do fenômeno da globalização nos anos 90, a produção de bens se tornou gradativamente mais intensiva em serviços – o que acabou por aumentar a relevância dos fluxos deste setor no comércio mundial. Assim, o presente estudo tem como objetivo geral compreender as implicações da formação da economia brasileira e sua decorrente dependência tecnológica no déficit da conta de serviços do Brasil, levando em consideração as questões estruturais que influenciam na sua dinâmica atual. Para tal fim, além de contar com o uso de uma metodologia histórico-descritiva com vistas à compreensão do processo estrutural que culminou no atual cenário deficitário da conta de serviços brasileira, a pesquisa também envolve a análise de informações obtidas via consulta a bancos de dados de órgãos internacionais e do governo brasileiro, em busca da construção de um diagnóstico situacional do Brasil no comércio internacional de serviços, bem como da composição do déficit da sua conta de serviços. Dessa forma, a pesquisa concluiu que o déficit da conta de serviços brasileira, sobretudo no tocante aos serviços tecnológicos, reflete os gargalos estruturais do Brasil e evidencia a necessidade de um esforço conjunto da indústria e do Estado em prol do desenvolvimento do panorama de CT&I do País, com o intuito de reduzir a dependência tecnológica desta economia, que acaba por afetar não apenas a conta de serviços, como as demais contas externas brasileiras.
The diffusion of technology revolution around the world (especially since the 70s) provided a world production restructuring, which contributed to the consolidation of a new flexible capitalist accumulation regime – promoting not only the spread of information, but also facilitating decision-making, trade and financial exchanges globally. However, this context also contributed to enhancing the differences between countries arising from the periphery and those coming from the center, where industrialization was more advanced and therefore, the best comparative and competitive advantages in science, technology and innovation (ST&I) were held. This situation highlighted the dependent character of Latin America that contributed to the generation of backwardness in Latin American economies, issue raised in this study from the perspective of late industrialization, in order to know the paths that led to establishment of this specific pattern of development. Thus, the economic formation of Brazil, as a country of peripheral origin in the capitalist world-system, contributed to a late industrialization process, which reinforced its deficient character on internal production of technology. Among other factors, this scenario led to a situation of technological dependency that resulted in the constitution of the historical deficit of Brazilian balance of payments services account, since after global economic re-articulation of the 70s and intensification of globalization phenomenon in the 90s, the production of goods has become gradually more intensive in services – which turned out to increase relevance of this sector flows in world trade. Therefore, the present study has as general objective to understand the implications of the Brazilian economy formation and its resulting technological dependency, on Brazilian services account deficit, taking into consideration structural issues that influence its current dynamic. To this end, besides relying on the use of a historical-descriptive methodology with a view to understanding the structural process that culminated in the current deficit frame of Brazilian services account, this research also involves the analysis of information obtained through consultation in international organizations and Brazilian government databases, seeking the construction of a situational diagnosis concerning Brazil in international trade in services – as well as the composition of its services account deficit. Thus, this paper concluded that Brazilian services account deficit, especially with regard to technological services, reflects structural bottlenecks in Brazil and highlights the need for a joint effort of industry and State in favor of country development in ST&I, in order to reduce the technological dependency present in this economy and that ultimately affect not only the services account, but also other external accounts.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18331
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Costa, Monique Silva.pdf2.83 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA