DSpace

RI UFBA >
Instituto de Biologia >
Programa de Pós Graduação em Diversidade Animal (PPGDA) >
Dissertações de Mestrado (PPGDA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18312

Title: Modelagem de Nicho Ecológico de Tityus serrulatus LUTZ & MELLO, 1922 e Tityus stigmurus (THORELL, 1876) (Arachnida: Scorpiones)
Authors: Aranha, Caroline de Oliveira
???metadata.dc.contributor.advisor???: Silva, Rejane Maria Lira da
Keywords: Escorpião;Nicho (Ecologia);Tityus serrulatus;Tityus stigmurus;Ecologia
Issue Date: 30-Nov-2015
Abstract: Os escorpiões são animais peçonhentos, com alta plasticidade e algumas espécies sinantrópicas consideradas pragas urbanas, e que podem ser excelentes modelos para estudos de Biogeografia, História Natural e Ecologia Evolutiva. Nesse contexto, a ferramenta de modelagem de nicho ecológico pode contribuir para a compreensão de características essenciais para a ocorrência das espécies e para fechar lacunas sobre áreas de ocorrência, além de permitir prever padrões de distribuição futura. Os objetivos do trabalho foram modelar a distribuição de Tityus serrulatus e Tityus stigmurus e identificar as variáveis que influenciam esta distribuição, além da possível ocorrência de exclusão competitiva destas espécies em diferentes biomas. Os dados de ocorrência das espécies foram obtidos de 12 coleções aracnológicas no Brasil, as variáveis bioclimáticas foram oriundas do Worldclim e a modelagem de nicho ecológico feita no MAXENT. Os resultados indicaram que o bioma que influencia a ocorrência das duas espécies é a Mata Atlântica, com registros de sobreposição para este bioma, enquanto para Amazônia, Caatinga e Cerrado há indícios de que haja competição e exclusão competitiva das espécies modelo pelas espécies típicas de cada bioma (Tityus obscurus, Rhopalurus rochae e Rhopalurus agamemnom e Tityus trivittatus, respectivamente). Para Tityus serrulatus, a variável climática mais importante é a temperatura média anual, que em geral é elevada, enquanto que para Tityus stigmurus, a variação anual de temperatura é o fator que mais influencia sua distribuição. Concluiu-se que a temperatura limita ambas as espécies do estudo, pois enquanto T. serrulatus parece não suportar temperaturas muito elevadas, T. stigmurus sofre com variações constantes da temperatura. Apesar disso, T. serrulatus tem ampliado a sua distribuição nas últimas décadas assim como T. stigmurus, e ambas têm se proliferado, principalmente nos bolsões de pobreza de cidades brasileiras com crescimento desordenado, constituindo-se em um problema de saúde pública.
Scorpions are venomous animals with high plasticity and some synanthropic species refered as and urban pests, these animals could serve as an excellent model to Biogeography, Natural History and Evolutionary ecology studies. In this sense, the ecological niche-modelling tool may contribute to the comprehension of essential characteristic from species geographic distribution and fill the blanks about occurrence area, also allowing predicting future distribution patterns. The objective of this work was to model the ecological niche from the scorpions species Tityus serrulatus and Tityus stigmurus and to identify the variables that influence the distribution, beside the possible occurrence of competitive exclusion of these species in different biomes. The species occurrence data were obtained from 12 brazilian aracnological collections. The bioclimatic variables were get from the Worldclim databank and the niche modelling study was done with the MAXENT software. The results showed that the Atlantic Rain Forest biome is influencing both species distribution and is the unique biome with distributional overlap of T. serrulatus and T. stigmurus.There are also evidences of competition and competitive exclusion between both species in the biomes Tropical Rain Forest, Caatinga and Savannah (Tityus obscurus, Rhopalurus rochae and Rhopalurus agamemnom, and Tityus trivitattus, respectively). For T. serrulatus the most important variable is the average annual temperature, which is high in general. However to T. stigmurus the temperature variation influences the most its distribution. In conclusion, temperature limits both species of this study, T. serrulatus doesn’t seem to support very elevated temperatures, while T. stigmurus suffers with constant temperature variations. Despite this, T. serrulatus have expanded its distribution in the last decades, as both have proliferated, mainly in Brazilian urban “pockets of poverty”, which grow disorderly, making it a public health issue.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18312
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGDA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação Caroline Aranha.pdf1.71 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA