DSpace

RI UFBA >
Instituto de Saúde Coletiva - ISC >
Dissertações de Mestrado Profissional (ISC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17432

Title: Análise da Implantação do Programa de Gestão da Qualidade ISO 9001:2008 na Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde no período de 2010 a 2013.
Authors: Santos, Cláudio Medeiros
???metadata.dc.contributor.advisor???: Souza, Luis Eugenio Portela Fernandes de
Keywords: Grau de Implantação;Gestão da Qualidade;Sistema de Gestão da Qualidade;ISO 9001;Sangue e Hemoderivados;Implantation Degree;Quality Management;Quality Management System;ISO 9001;General Blood and Blood Products
Issue Date: 20-Apr-2015
Abstract: O emprego de tecnologias gerenciais que buscam a melhoria do desempenho com a satisfação do cidadão na Administração Pública brasileira cresceu, sobretudo a partir do movimento de Reforma Gerencial desencadeado na década de 90. Dentre estas tecnologias destaca-se a Gestão da Qualidade, especialmente, os Sistemas de Gestão da Qualidade ISO 9001:2008. Com base em modelos lógicos causais, operacionais e teóricos, este estudo avaliou a implantação do Programa de Gestão da Qualidade IS0 9001:2008 na Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados, do Ministério da Saúde (CGSH/MS), identificando as motivações para implantação, o grau de implantação, os fatores que favoreceram e dificultaram e os efeitos decorrentes, percebidos até o momento. Constatou-se que o Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) encontra-se parcialmente implantado. Em termos de seus componentes, é completa a implantação dos documentos e procedimentos, e são parciais as implantações da capacitação da força de trabalho, do mapeamento e da padronização dos processos, da adequação aos requisitos da ISO 9001, das auditorias internas. Quanto ao componente da certificação externa, a implantação ainda é incipiente. Os motivos que levaram à implantação foram de caráter interno, relacionados à organização e à melhoria do desempenho. A certificação externa foi considerada motivo secundário. O elemento de maior destaque nos fatores que favoreceram a implantação foi a liderança desempenhada pelo Coordenador Geral, seguida e reproduzida pelos responsáveis de áreas junto à suas respectivas equipes de trabalho. As dificuldades identificadas foram relacionadas a aspectos operacionais como limitações de entendimento da norma, falta de sistema de informática e capacitação deficiente. Como efeitos, foram identificadas as melhorias da organização e da rotina com reflexos nos resultados organizacionais. O acréscimo de trabalho sentido pelos técnicos foi considerado um efeito negativo do programa, o que pode vir a ser uma ameaça à sua continuidade.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17432
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Profissional (ISC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISS MP Cláudio Medeiros. 2015.pdf894.14 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA