DSpace

RI UFBA >
Escola de Administração >
Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) >
Dissertações de Mestrado Profissional (NPGA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17218

Title: Trabalho identitário local: a experiência das marcas da baianidade no processo de identidade organizacional
Authors: Santos, Lenade Barreto
???metadata.dc.contributor.advisor???: Davel, Eduardo Paes Barreto
Keywords: Identidade;Marcas de Identidade;Trabalho Identitário;Organização;Local;Identity;Identity Marks;Identity Work;Organization;Local
Issue Date: 20-Mar-2015
Abstract: Quando um indivíduo entra em uma organização, passa a ter que negociar entre o "quem eu sou" e o "isso é o que somos”, o que remete ao conceito de “trabalho identitário”. O objetivo desta pesquisa é examinar como o trabalho identitário se constrói dentro de um contexto de identidade pessoal, profissional, organizacional e regional. Mobiliza-se o conceito de marcas de identidade para introduzir e destacar as influências da identidade no plano local. A metodologia utilizada é a autoetnografia, com base em quatro práticas vividas institucionalmente. As práticas envolvem temáticas de organização física do ambiente de trabalho, integração de pessoal, organização do trabalho e capacitação de pessoal. As marcas de identidade construídas nesta pesquisa são a agregação excludente, a sincretização, o congraçamento, e o ganhamento. Os resultados apontam para a importância de se reconsiderar a relevância da identidade local no processo de trabalho identitário, destacando as marcas de identidade como um recurso conceitual que permite conectar as várias escalas que influenciam a construção da identidade nas organizações. When an individual enters an organization, he faces the obligation of negotiating between the “who I am” and the “this is what we are” which is something that leads to the concept of “identity work”. The aim of this research is to examine how the identity work is constructed in a context of personal, professional, organizational and regional identities. The concept of identity marks is mobilized in order to introduce and highlight the influences of identity at the local level. The methodology used is the self-ethnography, based on four practices lived in the institution. The practices involve the themes of the physical organization of the workspace, personnel integration, work organization and personnel development. The identity marks constructed in this research are the exclusionary aggregation, the syncretism (process), the harmonization and the gain. The results point to the importance of reconsidering the relevance of the local cultural identity in the identity work process highlighting the identity marks as a conceptual resource that permits to connect the various scales that influence the construction of identity in organizations.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17218
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Profissional (NPGA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação Lenade - normalizada final.pdf731.31 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA