DSpace

RI UFBA >
Instituto de Ciências da Saúde - ICS >
Programa de Pós-graduação em Biotecnologia (PPGBiotec) >
Dissertações de Mestrado - (PPGBiotec) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/16432

Title: Estudo e caracterização molecular do Rotavírus Humano na cidade de Salvador (BA)
Authors: Peixoto, Isabela Brandão
???metadata.dc.contributor.advisor???: Sardi, Silvia Inês
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Campos, Gubio Soares
Keywords: Rotavírus;Crianças;Genótipos;Resposta imune
Issue Date: 20-Oct-2014
Abstract: Rotavírus é um dos principais responsáveis por quadros de gastroenterite em crianças. Neste estudo foi analisado o perfil molecular do Rotavírus identificado em quadros de gastrenterite em crianças, e o perfil de resposta imune contra esse vírus. 90 amostras de fezes foram coletadas de crianças hospitalizadas com sintomas de gastroenterite de abril a julho de 2010 no município de Salvador, e foram submetidas à detecção do Rotavírus através das técnicas ELISA. Do total de amostras analisadas, 89% (80/90) foram positivas e 11%(10/90) foram negativas no ELISA. Foi observado maior detecção de gastrenterite por Rotavírus em crianças menores de dois anos de idade, sendo encontrada no mês de junho maior frequência da infecção por esse vírus. Contudo, em 53 amostras positivas no ELISA foi realizada a extração do RNA viral diretamente das fezes, e posteriormente submetido à identificação do eletroferotipo por SDS-PAGE e genotipagem através RT-PCR. Foi observado o eletroferotipo correspondente ao Rotavírus do grupo A em todas as amostras analisadas por SDS-PAGE. Em relação à determinação dos genótipos de Rotavírus, foi possível a identificação de 4 genótipos G (G1,G2,G3 e G9) com predominância de G1 e G2, dois genótipos P (P4 e P6), e a combinação dos genótipos G e P identificaram cinco cepas circulantes (G1P[4],G1P[6],G2P[4],G2P[6] e G3[P4]). A detecção da resposte imune contra o Rotavírus foi realizada em 50 soros de crianças com 12 anos através da técnica de Western Blot, e 42% das amostras (21/50) identificaram bandas correspondente às proteínas imunogênicas virais. Concluindo, nesse trabalho observou-se a contínua circulação do RV do grupo A, com mudança do perfil de circulação dos genótipos RV para a atual predominância de G1, G2, P4 e P6, e uma população de crianças susceptível com capacidade de resposta imune para RV.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/16432
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - (PPGBiotec)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_ICS_ Isabela Brandão Peixoto.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA