DSpace

RI UFBA >
Instituto de Saúde Coletiva - ISC >
Dissertações de Mestrado Profissional (ISC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/16235

Title: Análise da Situação Sanitária da Rede Hemoterápica do Estado da Bahia
Authors: Rangel, Cláudia Pacheco
???metadata.dc.contributor.advisor???: Costa, Ediná Alves
Keywords: Serviços Hemoterápicos;Risco Potencial;Vigilância Sanitária;MARP;Hemotherapic Service;Potential Risk;Sanitary Surveillance
Issue Date: 2-Oct-2014
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo analisar a situação sanitária da rede de serviços hemoterápicos do Estado da Bahia, no período de 2010 a 2011, com o propósito de fornecer subsídios para as políticas públicas de sangue, bem como orientar as ações de vigilância sanitária no planejamento de suas atividades. Trata-se de um estudo descritivo que caracteriza e analisa a situação de risco dos serviços hemoterápicos, estimada pelo Método de Avaliação de Risco Potencial – MARP, desenvolvida pela Gerencia de Sangue e Componentes - GESAC/ANVISA, que se fundamenta no risco potencial dos pontos críticos de controle do ciclo do sangue Essa metodologia classifica os serviços em cinco categorias de risco: Baixo Risco, Médio Baixo Risco, Médio Risco, Médio Alto Risco e Alto Risco. Inicialmente, a hemorrede, composta por 84 unidades hemoterápicas, foi caracterizada por número e tipo serviço, natureza jurídica, produção hemoterápica e distribuição geográfica nas macro e microrregiões do Estado da Bahia. Em seguida, foi realizada a análise da situação de risco de 78,5% do universo, destes, 18% classificados em Médio Alto Risco e 50% em Alto Risco. As não conformidades mais frequentes encontradas, que contribuem para essa situação foram as relacionadas a recursos humanos, área física, equipamentos e garantia de qualidade que abrange registros, treinamento e procedimentos escritos. Na análise dos resultados da problemática investigada ressaltou-se a dimensão legal, cotejando-se a situação encontrada com os respectivos instrumentos normativos; a dimensão técnica, considerando-se os requisitos de qualidade do ciclo do sangue e a dimensão político-institucional, face à Política Estadual de Saúde.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/16235
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Profissional (ISC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISS MP CLAUDIA RANGEL 2012.pdf2.2 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA