DSpace

RI UFBA >
Escola de Nutrição >
Artigos Publicados em Periódicos (Nutrição) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/15508

Title: Iniquidades socioeconômicas na conformação dos padrões alimentares de crianças e adolescentes
Other Titles: Revista de Nutrição
Authors: Silva, Rita de Cássia Ribeiro
Assis, Ana Marlucia de Oliveira
Szarfarc, Sophia Cornbluth
Pinto, Elizabete de Jesus
Costa, Lília Carolina Carneiro da
Rodrigues, Laura Cunha
Keywords: Adolescentes;Consumo de alimento;Crianças;Fatores socioeconômicas;Regressão quantílica
Issue Date: 2012
Abstract: OBJETIVO: Identificar e quantificar a influência dos fatores socioeconômicos sobre os padrões alimentares. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional com amostra de 1.136 crianças e adolescentes de 7 a 14 anos de idade, de ambos os sexos, atriculados na rede pública de Salvador (BA), Brasil. O consumo alimentar foi medido por meio do questionário qualitativo de frequência alimentar. Os padrões de consumo foram identificados por meio de análise de componentes principais. Para o estudo da influência dos indicadores socioeconômicos na conformação dos padrões alimentares, foram utilizados modelos de regressão quantílica. RESULTADOS: Os padrões alimentares extraídos foram classificados em padrão obesogênico e padrão tradicional. Nos modelos de regressão quantílica, ajustados por faixa etária e por sexo, o menor grau de instrução materna esteve associado negativamente, em níveis significantes, na maioria dos percentis, ao consumo de alimentos que integram o padrão obesogênico. A baixa renda associou-se negativamente aos maiores percentis (p>95). Os dados indicam não haver influência dos indicadores socioeconômicos sobre o consumo de alimentos que integram o padrão tradicional. CONCLUSÃO: Conclui-se que há influência dos fatores socioeconômicos na adesão ao padrão obesogênico de consumo. Esse conjunto de resultados requer a atenção dos gestores públicos para a identificação de um padrão de consumo ocidental, visualizado amplamente nos estudos em que se avaliam padrões de consumo adotados na atualidade pela população brasileira - sobretudo por crianças e adolescentes -, caracterizados por englobar componentes alimentares de risco para as doenças crônicas não transmissíveis.
Description: p. 451-461
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/15508
ISSN: 1415-5273
Appears in Collections:Artigos Publicados em Periódicos (Nutrição)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Rita de Cássia Ribeiro Silva.pdf332.53 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA