DSpace

RI UFBA >
Instituto de Ciências da Saúde - ICS >
Programa de Pós-graduação em Biotecnologia (PPGBiotec) >
Dissertações de Mestrado - (PPGBiotec) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/15135

Title: Produção de biossurfactantes por Pseudomonas aeruginosa e a bioprospecção de genes relacionados com raminolipideos
Authors: Damião, Aldinéia Oliveira
???metadata.dc.contributor.advisor???: Almeida, Paulo Fernando de
Keywords: Biossurfactantes;Raminolipídeos;Pseudomonas;Glicerina;Expressão gênica
Issue Date: 7-Jul-2014
Abstract: Os biossurfactantes têm sido objeto de estudo em diversas áreas da biotecnologia, uma vez que estes apresentam propriedades biológicas aplicáveis a várias indústrias, tais como, a farmacêutica, de petróleo, de cosméticos e de alimentos. São capazes de reduzir a tensão superficial e interfacial, e possuem vantagens importantes sobre os surfactantes químicos, pois além de serem menos tóxico e mais biodegradáveis, apresentam maior resistência às variações de temperatura, pH e a condições de elevada salinidade. Os biossurfactantes mais estudados são os raminolipídeos produzidos por bactéria do gênero Pseudomonas. Uma das alternativas para a melhoria do processo de produção seria a redução do custo, utilizando fontes de carbono reaproveitadas, como a glicerina bruta, por exemplo. Devido a grande importância biotecnológica dos raminolipídeos, este trabalho teve como objetivo investigar a produção de raminolipídeo em duas linhagens de Pseudomonas aeruginosa (CCMICS 106 e CCMICS 109) em Meio Salino Mineral (MSM) utilizando como fonte de carbono glicerina comercial (GC) e glicerina bruta (GB) a 2% e analisar a expressão genica das cepas no momento da produção. Observou-se que no MSM 2% GB as linhagens CCMICS 106 e 109 produziram 2,87 g/L e 2,31 g/L respectivamente. Já no MSM 2% GC as linhagens produziram 2,47 g/L e 3,96 g/L. O biossurfactante produzido pelas linhagens apresentou uma boa redução da tensão superficial (26mN/m a 30mN/m), assim como apresentou uma boa estabilidade quanto a temperatura, salinidade e pressão. Os resultados da produção demonstraram a viabilidade da utilização de glicerina bruta como substrato e como fonte alternativa de carbono e de baixo custo. Analisando a expressão gênica observou-se que no MSM2%GB a linhagem CCMICS 106 que apresentou uma produção um pouco maior, apresentou também uma maior expressão do gene rhlAB que constitui o operon responsável pela produção de ramnolipideo. Já no MSM2%GC a linhagem CCMICS 109 apresentou uma maior produção, porém neste meio de produção a expressão do gene rhlAB foi mais baixa, indicando assim que a mínima expressão deste gene no MSM2%GC foi suficiente para produzir uma maior quantidade de raminolipídeo.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/15135
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - (PPGBiotec)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_ICS_ Aldinéia Oliveira Damião.pdf1.61 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA