DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH) >
Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) >
Dissertações de Mestrado (PPGH) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/13340

Title: O mistério do Planeta: um estudo sobre a história dos Novos Baianos (1969-1979)
Authors: Pereira, Humberto Santos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Moura, Milton Araújo
Keywords: Novos Baianos;Música popular brasileira;Campo artístico;Brazilian popular music (MPB);Artistic fields
Issue Date: 30-Oct-2013
Abstract: Estuda-se a atuação dos Novos Baianos no período compreendido entre 1969 e 1979. Trata-se de um grupo musical formado por artistas como Moraes Moreira, Pepeu Gomes, Baby Consuelo e Paulinho Boca de Cantor. A investigação está voltada para o período que vai da formação do grupo até a sua fragmentação. Em termos de metodologia, buscou-se compreender a trajetória dos mesmos a partir do conceito de campo artístico formulado por Bourdieu. Para tanto, são consideradas diversas fontes, como os jornais soteropolitanos do período coberto pela pesquisa e a obra dos Novos Baianos. Dessa forma, foi construída uma interpretação da atuação do grupo no campo artístico voltada para a compreensão dos mecanismos pelos quais o mesmo buscou construir sua legitimação ao longo de sua carreira. Os resultados da Pesquisa apontam que os Novos Baianos detinham, entre 1969 e 1971, uma estratégia de legitimação marcada pelo emblema da novidade, o que os colocava como vanguarda artística voltada para o público jovem; por outro lado, a partir de 1972, tal postura ganha o complemento da inovação, qual seja, transforma em novo algo já consolidado no passado. Assim, a estratégia do grupo se configura no sentido de que os Novos Baianos passam a se apresentar enquanto novos e inovadores, modernos e modernizantes. Isto oportunizou aos Novos Baianos uma constante mudança em seus trabalhos e a busca por novas arenas de disputa de legitimidade, viabilizando uma ampliação progressiva de seu público ao longo de sua trajetória. This research aims to develop a study of the performance of the Novos Baianos between 1969 and 1979. The Novos Baianos are a musical group formed by Moraes Moreira, Pepeu Gomes, Baby Consuelo, and Paulinho Boca de Cantor. This study investigates the period between their formation as a group and their subsequent fragmentation. In methodological terms, we try to understand the group‟s trajectory in this period in terms of Bourdieu‟s concept of cultural and artistic fields. To this end, we utilize multiple sources, including local media coverage during the period and the work of the group itself. In this way we construct an interpretation based on the performance of the group in the artistic field, understanding the mechanisms through which the group attempted to construct artistic legitimacy throughout their career. Results of the study indicate that the Novos Baianos used, between 1969 and 1971, a strategy of legitimation marked by the idea of novelty in which they were considered part of the artistic vanguard by their young audience. After 1972 this approach transformed to compliment their earlier innovation, or, in other words, they transformed and remade into new things from the past. This strategy of the Novos Baianos thus presented the group as young and modern, innovators and forces of modernization. This made it possible for the group to be constantly in motion in their work, in search of new arenas to construct their legitimacy, thereby progressively increasing their fan base throughout their career.
Description: 149f.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/13340
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGH)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
O Mistério do Planeta - Dissertação de Humberto Santos Pereira.pdf2.47 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA