DSpace

RI UFBA >
Instituto de Saúde Coletiva - ISC >
Dissertações de Mestrado Profissional (ISC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/13096

Title: Análise da sensibilidade do Sistema de Vigilância de Violência e Acidentes (VIVA) em Cuiabá-MT
Authors: Rodrigues, Josiane Maximiano de Jesus
???metadata.dc.contributor.advisor???: Scatena, João Henrique Gurtler
Keywords: Avaliação em Saúde;Causas Externas;Acidentes;Violência;Vigilância;Serviços Médicos de Emergência;Mortalidade;Morbidade
Issue Date: 2013
Publisher: Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação do Instituto de Saúde Coletiva, como requisito parcial para a obtenção do título de mestre em Saúde Coletiva.
Abstract: Este estudo analisou a sensibilidade do componente II (inquérito) do Sistema de Vigilância de Violências e Acidentes (VIVA) na captação dos casos de causas externas em serviço sentinela do município de Cuiabá-MT, entre 2006 e 2011. Caracteriza-se como um estudo de abordagem quantitativa e qualitativa. Dados quantitativos do VIVA foram comparados com os de quatro outros sistemas: Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), Sistema de Internações Hospitalares-SUS (SIH-SUS), Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) e o de Administração Geral dos Hospitais (AGHOS), mediante números absolutos, coeficientes e proporções, abordando tanto o conjunto das causas externas como seis categorias desses agravos, segundo a CID-10. A abordagem qualitativa envolveu análise documental relacionada especificamente ao VIVA. A análise comparativa dos cinco sistemas mostrou que o VIVA apresentou deficiências em sua principal função: captação. Esta teve queda importante, mais acentuada a partir de 2008 e embora tenha se dado para todas as categorias de causas externas, foi maior no caso das “quedas”. Tal situação faz supor que o sistema não esteja funcionando como uma boa complementaridade para o conhecimento das causas externas, ao deixar de captar aqueles agravos de menor gravidade, representados principalmente pelas quedas e pelos outros acidentes. Na exploração da base documental identificaram-se fatores que poderiam estar relacionados à queda sensibilidade do VIVA: possíveis falhas na capacitação dos entrevistadores, mudanças na metodologia da coleta de dados por redução na escala de plantões, reorganização do fluxo de atendimento às vítimas de causas externas sem o concomitante aumento do número de unidades sentinelas. Além de apontar falhas na implementação recente do VIVA, o estudo produziu uma caracterização de vítimas desses evento, que inexistia em Cuiabá, o que pode também contribuir para o planejamento das ações municipais de saúde, no que tange às causas externas.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/13096
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Profissional (ISC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Diss MP. Josiane Rodrigues.pdf3.58 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA