DSpace

RI UFBA >
Instituto de Saúde Coletiva - ISC >
Artigos Publicados em Periódicos Nacionais (ISC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/12979

Title: Prevalência de cefaléia como sintoma em um setor urbano de Salvador, Bahia
Other Titles: Arquivos de Neuro-Psiquiatria
Authors: Bastos, Sérgio Borges
Almeida Filho, Naomar Monteiro de
Santana, Vilma Sousa
Keywords: cefaléia;neuroepidemiologia;prevalência;headache;neuroepidemiology;prevalence
Issue Date: 1993
Publisher: Arquivos de Neuro-Psiquiatria
Abstract: A prevalência da queixa de cefaléia foi estudada a partir de base de dados gerada por inquérito epidemiológico sobre transtornos neuropsiquiátricos em amostra da população adulta (N=1511) residente em um setor urbano de Salvador, Bahia. A prevalência global de queixas cefaléicas situa-se em 14,8%, significantemente mais elevada entre indivíduos do gênero feminino, mais velhos, menos escolarizados, migrantes, sem ocupação, com baixo nível socioeconómico e casados/amasiados. A análise estratificada mostrou que idade e gênero afetam a associação entre cefaléia e situação conjugal, inserção produtiva e renda per capita. No caso da variável «diagnóstico psiquiátrico», observa-se aumento do efeito correspondente sobre a prevalência de cefaléia, com uma estimativa de risco relativo da ordem de 4,2, a níveis altamente significantes. Os resultados são comparados à literatura internacional, ressaltando-se taxas de prevalência bastante mais reduzidas e padrões de fatores de risco distintos dos encontrados em outros contextos socioculturais.
Description: p. 307-312
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/12979
ISSN: 0004-282X
Appears in Collections:Artigos Publicados em Periódicos Nacionais (ISC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
99999999999999.pdf445.58 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA