DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Odontologia >
Programa Integrado de Pós-graduação de Laser em Odontologia >
Teses de Doutorado (Laser) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11439

Title: Avaliação in vitro da microinfiltração marginal em cavidades submetidas ao tratamento com laser de Er:YAG e restauradas com diferentes resinas compostas e sistemas adesivos
Authors: Noya, Márcia Sepúlveda
???metadata.dc.contributor.advisor???: Santana, José Edmar Borges de
Keywords: Infiltração dentária;Laser;Adesivos;Resina composta
Issue Date: 28-May-2013
Abstract: O objetivo desta pesquisa foi avaliar a microinfitração, através de lupa estereoscópica, em cavidades de Classe V, condicionadas por três métodos: 1) com ácido fosfórico a 35%, 2) com laser de Er:YAG, em freqüência única de 3 Hz e energias distintas, 100 mJ e 200 mJ e 3) irradiação com laser de Er:YAG nos parâmetros acima descritos + condicionamento ácido. Em seguida os dentes foram restaurados com resina composta microhíbrida Esthet-X (Dentsply) e Z 250 (3M) e diferentes sistemas adesivos, um com solvente a base de acetona (Prime & Bond) e o outro a base de álcool e água (Single Bond). Foram utilizados 100 dentes humanos e os preparos foram realizados na face vestibular com extensão cervical a 1-2 mm além da junção amelocementária. Depois de restaurados os dentes foram submetidos a termociclagem em água a 5ºC ± 2º C e 55ºC ± 2º C, com 5 segundos de intervalo e 30 segundos de imersão, num total de 500 ciclos e, em seguida, imersos em solução aquosa de nitrato de prata 50% por 2 horas, seguida da imersão em solução reveladora. Os dentes foram incluídos em resina acrílica e seccionados no sentido vestíbulo-lingual, dividindo assim a restauração em duas porções uma mesial e a outra distal. A avaliação da microinfiltração, em esmalte e cemento foi feita segundo escores de zero a três. Os resultados foram submetidos ao Teste de Kruskal-Wallis e a prova de Mann-Whitney, através dos quais foi possível concluir que, em esmalte, os grupos condicionados com ácido e aqueles que foram irradiados e em seguida condicionados e restaurados com o sistema adesivo a base de água apresentam ausência de microinfiltração, sendo os grupos apenas irradiados com laser de Er:YAG e restaurados com o sistema adesivo a base de acetona, os que mostraram os maiores valores de microinfiltração. Em cemento, os menores graus de microinfiltração foram observados nos dentes condicionados + irradiados + adesivo com solvente a base de água. Concluiu-se que tanto em esmalte quanto em cemento, o emprego do ácido fosfórico, associado ou não a irradiação laser, mostrou-se efetivo na diminuição da microinfiltração. Em esmalte, o sistema adesivo a base de água apresentou um melhor desempenho quando comparado aos adesivos a base de acetona. No entanto, em cemento, os diferentes solventes mostraram comportamento semelhante entre eles. Quando avaliou-se a microinfiltração em relação a margem cavitária, observouse que esta foi inferior em esmalte quando comparada ao cemento.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11439
Appears in Collections:Teses de Doutorado (Laser)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_ODONTO_ Márcia Sepúlveda Noya.pdf1.51 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA