DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH) >
Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais (PPGCS) >
Dissertações de Mestrado (PPGCS) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11361

Title: O quilombo que remanesce: estudo de caso acerca dos impactos da política pública de certificação e de titulação do território sobre a identidade étnica dos quilombos remanescentes Barra e Bananal em Rio de Contas, Bahia.
Authors: Barbosa, Ubiraneila Capinan
???metadata.dc.contributor.advisor???: Cardel, Lídia Maria Pires Soares
Keywords: Campesinato;Identidade étnica;Quilombo remanescente;Política pública;Barra e Bananal;Remanescent quilombo;Peasantry;Ethnic identity;Public policy
Issue Date: 2009
Publisher: Programa de Pós- Graduação em Ciências Sociais da UFBA
Abstract: Nesta pesquisa, foi investigado, descrito e analisado o impacto das políticas públicas de certificação do autoreconhecimento como remanescente de quilombo e da titulação do território sobre a identidade étnica dos quilombos remanescentes Barra e Bananal - Rio de Contas/Ba. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada por meio de um estudo de caso. Foram utilizadas variadas estratégias e técnicas de coleta de dados, tais quais: observação participante, entrevista semiestruturada, grupo focal, registro fotográfico etc. Tendo em vista o eixo metodológico da questão, adotou-se uma perspectiva diacrônica e sincrônica. Por um lado, realizou-se um levantamento bibliográfico sobre a história do Alto Sertão da Bahia, da escravidão em Rio de Contas e de referências de pesquisas sobre as comunidades quilombolas de Rio de Contas, anteriores às políticas públicas supramencionadas. Ainda como fonte diacrônica, investigou-se a memória social do grupo, por meio dos relatos de seus membros. Por outro lado, averiguou-se o presente etnográfico apreendido durante quatro viagens a campo. O marco teórico ateve-se a identidade social em sua variante étnica, bem como a sua constratividade, situacionalidade e caráter político. Ainda, buscando entender o sujeito e o grupo social em sua cosmologia, utilizou-se como categorias analíticas: memória, tempo, espaço e evento. Conclui-se, então, que as comunidades de Barra e Bananal buscam redefinir a identidade étnica outrora negativa e renunciada, numa identidade positiva, via o rótulo jurídico de quilombo remanescente (identidade quilombola). Assim, a identidade étnica tornou-se uma identidade racial e, sobretudo, política que permitiu ao grupo conquistar direitos identitários e territoriais. Todavia, a identidade étnica, enquanto variante da identidade social, continua a dividir espaço e a perder centralidade, nas relações cotidianas do grupo, para a “identidade de lavrador”, sendo esta alicerçada no modus vivendi camponês.
Description: 205f.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11361
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGCS)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertacao Ubiraneila Barbosa parte 1seg.pdf7.54 MBAdobe PDFView/Open
Dissertacao Ubiraneila Barbosa parte 2seg.pdf4.94 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA