DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Odontologia >
Programa Integrado de Pós-graduação de Laser em Odontologia >
Teses de Doutorado (Laser) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11103

Title: Efeitos do imiquimode e do laser em baixa intensidade (ʎ660nm) no câncer quimicamente induzido em mucosa oral de hamsters
Authors: Monteiro, Juliana Santos de Carvalho
???metadata.dc.contributor.advisor???: Santos, Jean Nunes dos
Pinheiro, Antonio Luiz Barbosa
Keywords: Lasers;Câncer de Boca;9,10-Dimetil-1,2-Benzantraceno;Imiquimode
Issue Date: 17-May-2013
Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do imiquimode e do laser (ʎ660nm) no câncer quimicamente induzido em mucosa oral de hamsters sírios dourados. Foram utilizados 25 hamsters nos quais as lesões de câncer foram quimicamente induzidas na mucosa jugal direita através de aplicações do carcinógeno DMBA (9,10-Dimetil-1,2-Benzantraceno) três vezes por semana, durante oito semanas. A distribuição dos animais foi feita aleatoriamente em cinco grupos de estudo, com cinco animais em cada (1) Controle I (sacrifício 48h após a carcinogênese química), (2) Controle II (sacrifício quatro semanas após a carcinogênese química), (3) Laser, (4) Imiquimode, (5) Imiquimode e laser. A terapia com imiquimode foi realizada três vezes semanais durante o período de quatro semanas e a fototerapia laser, a cada 48 horas pelo mesmo período, utilizando um Laser diodo (Bio Wave, Kondortech, São Paulo, SP, Brasil, λ660nm, 50mW, CW, 95 J/cm2, 6,65J, 714,2mW/cm2, 133s, ϕ 3mm, 0,07cm2). As amostras foram processadas usando coloração de rotina e imunoistoquímica para proteína S-100 visando à detecção de células dendríticas. Os resultados histológicos e imunoistoquímicos dos grupos controle e o grupo com laser resultaram em 100% de tumores malignos e ausência de células dendríticas S-100+ no estroma tumoral. O grupo tratado com imiquimode demonstrou 60% de animais sem malignidade, e presença de células dendríticas S-100+ tanto no estroma dos tumores, quanto nas displasias. E o grupo tratado com imiquimode e laser apresentou 40% de tumores malignos e células dendríticas S-100+ pouquíssimas ou ausentes. O tratamento com Imiquimode demonstrou a presença de lesões displásicas discretas, bem como um aumento do número de células dendríticas S-100+ nas áreas de lesão, e isto poderia significar uma maior ação do sistema imune no combate ao tumor, no entanto sua associação com o laser precisa ser melhor investigada.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11103
Appears in Collections:Teses de Doutorado (Laser)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_ODONTO_Juliana Monteiro.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA