DSpace

RI UFBA >
Instituto de Química >
Programa de Pós-Graduação em Química >
Dissertações de Mestrado (POSQUIMICA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/10008

Title: Estudo fitoquímico e avaliação das atividades antimicrobianas e antiparasitárias dos flavonóides isolados de Myrcia hiemalis (Myrtaceae).
Authors: Silva, Paulo Daniel
???metadata.dc.contributor.advisor???: Cruz, Frederico Guare
Keywords: Química Orgânica;Myrcia hiemalis;Antiparasitic activity, antimicrobial and antifungal;Flavonoids;Atividade antimicrobiana e antifúngica;Flavonóides;Myrcia hiemalis;Atividade antiparasitária
Issue Date: 2007
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Química da UFBA
Abstract: O presente trabalho descreve o estudo fitoquímico da fase em diclorometano dos componentes fixos das folhas de Myrcia hiemalis, bem como os ensaios biológicos realizados com o extrato etanólico, fases em diclorometano e hexano e substâncias isoladas. A espécie M. hiemalis está sendo estudada quimicamente pela primeira vez. Do estudo fitoquímico da fase em diclorometano das folhas de Myrcia hiemalis foram isolados e identificados sete componentes não-voláteis: miricitrina, daucosterol, 2?,4?-diidróxi-3?,5?-dimetil-6?-metóxichalcona, 2?,6?-diidróxi-3?-metil-4?-metóxichal-cona, 2?,3?,4?-diidróxi-5?-metil-6?-metóxichalcona, 7-hidróxi-6,8-dimetil-5-metóxi-flavanona e 5,7-diidróxi-6,8-dimetilflavanona. As estruturas das substâncias foram determinadas através das análises de diversas técnicas de RMN de 1H e 13C. Foram realizados testes antimicrobianos utilizando a técnica de Concentração Inibitória Mínima (CIM) com os microorganismos: Bacillus subtilis, Staphylococcus aureus, Micrococcus luteus,Streptococcus mutans, Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa, Salmonella, choleraesuis, Aspergillus niger, Cladosporium cladosporioides, Candida albicans e Crinipellis perniciosa. A fase em diclorometano apresentou atividade contra as bactérias Gram-positivas testadas e contra o fungo Crinipellis perniciosa. Das substâncias isoladas, apresentaram atividade antimicrobiana a 2?,4?-diidróxi-3?,5?-dimetil-6?-metóxichalcona contra Micrococcus luteus e a 7-hidróxi-6,8-dimetil-5-metóxiflavanona contra Bacillus subtilis e Micrococcus luteus.Testes anti-Trypanosoma cruzi e anti-Leishmania amazonensis foram realizados com substâncias isoladas utilizando a técnica desenvolvida pela FIOCRUZ, sendo que a 2?,4?-diidróxi-3?,5?-dimetil-6?-metóxichalcona apresentou atividade contra os parasitos (anti-T. cruzi: IC50 13,12 mM; anti-L. amazonensis: 100% inibição a 50 mM) e a 2?,6?-diidróxi-3?-metil-4?-metóxichalcona apresentou atividade contra T. cruzi (IC50 35,95 mM).
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/10008
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (POSQUIMICA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Paulo Silva P1.pdfparte 15.98 MBAdobe PDFView/Open
Paulo Silva P2.pdfparte 26.85 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA