Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/8492
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Eduardo Mendes da-
dc.contributor.authorVargas, Angélica Yohana Cardozo-
dc.creatorVargas, Angélica Yohana Cardozo-
dc.date.accessioned2013-02-18T16:16:03Z-
dc.date.available2013-02-18T16:16:03Z-
dc.date.issued2013-02-18-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/8492-
dc.description.abstractOs lagos estão intrinsecamente ligados ao sistema climático, sendo que o nível e a química da água dos mesmos são manifestações do equilíbrio entre a precipitação - evaporação, portanto, estes são marcadores da hidrologia local e regional. No sentido de ampliar o entendimento das mudanças climáticas e ambientais na Colômbia durante o Holoceno, este trabalho teve como objetivo avaliar as condições paleolimnológicas e paleohidrológicas milenares do lago de Tota (5o 33'40"N, 72°53'52"W. 3015m altitude), nos Andes Colombianos, a partir das alterações das assembléias das diatomáceas e das características geoquímicas (concentrações de carbono orgânico total (Cot), nitrogênio total (Nt) e isótopos 13 Ce 15 N) do sedimento. Para alcançar o objetivo foi coletado um testemunho de 54-cm, na zona litoral do lago, dentro de um banco de Egeria densa Planchon, a uma profundidade de 1,5 m; o testemunho Tota0108 foi sub-amostrado a intervalos de 0,5 cm. A reconstrução paleolimnológica mostrou mudanças nas assembléias das diatomáceas e da geoquímica elementar, isotópica e atômica no lago, as quais ocorreram em resposta a mudanças climáticas ao longo dos últimos 4010 anos calibrados AP. No Holoceno médio, o lago apresentava águas profundas dando lugar a águas rasas no final do Holoceno tardio. Ao longo do perfil estratigráfico foram estabelecidas três fases de mudanças delimitadas por transições rápidas. Fase I, 4010 anos cal. AP, condições de umidade e de águas profundas e estratificadas. Fase II, (25.5 – 16.0 cm), condições secas, águas rasas e frias, com estratificação térmica menos pronunciada. Fase III, (11.0 – 0.5 cm), condições úmidas/secas, águas menos rasas em relação à fase II, com o lago polimíctico quente. As condições secas foram interrompidas antes e depois por uma série de eventos de variabilidade climática TNS I (39.0 – 25.5 cm) e TNS II (15.5 – 11.5 cm).pt_BR
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológicopt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectPaleolimnologiapt_BR
dc.subjectdiatomáceaspt_BR
dc.subjectLago de Totapt_BR
dc.titleDiatomáceas como paleoindicadoras de alterações climáticas e milenares nas características limnológicas do lago de Tota - Boyacá - Colômbiapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.localpubPrograma de Pós-Graduação em Ecologia e Biomonitoramentopt_BR
Appears in Collections:Dissertação (Pós-Ecologia)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cardozo-Vargas_Diss_2011.pdf1,5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.