Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/8229
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O leitor na notícia: participação no jornalismo, normatização e alargamento do campo mediático
Authors: Aragão, Rodrigo Martins
metadata.dc.creator: Aragão, Rodrigo Martins
Abstract: Esta dissertação se propõe a investigar as estratégias de abertura à participação dos usuários adotadas por jornais brasileiros em seus websites. A Teoria de Difusão de Inovações e a perspectiva da Apropriação Social da Tecnologia são utilizadas como referenciais teóricos para caracterizar o fenômeno da participação de usuários como uma tecnologia difusa, desenvolvida através de ferramentas de publicação pessoal e de compartilhamento de informações, com múltiplas apropriações, inclusive pela mídia jornalística tradicional. Dessa forma, compreende-se que a adoção de qualquer elemento de inovação a um sistema social ou uma organização, como o jornalismo ou a redação de um meio de comunicação, passa por um processo de reestruturação e redefinição que modifica algumas de suas características, de modo a adaptá-la a normas e valores específicos. A esse processo dá-se o nome de ‘normatização’. A partir desse referencial, questionam-se algumas das potencialidades usualmente associadas ao crescimento da participação no jornalismo. Cinco questões de pesquisa são levantadas: a limitação da participação do leitor no jornalismo praticado, mantendo distintos os papéis de leitor participante e jornalista; o papel dos ‘Termos de Uso’ de participação, como mecanismo para assegurar essa distinção; o desenvolvimento de uma forma de jornalismo lateral, que abre espaço para temas de pouca visibilidade nos noticiários; a segregação do conteúdo produzido por usuários em seções distintas do conteúdo da redação como forma de assegurar distinções editoriais; e a participação como forma de fidelização do público, em lugar de aprofundamento de colaboração. Para colocar em discussão tais questões e testar algumas hipóteses, foram realizadas duas etapas de pesquisa empírica. Primeiramente, realizou-se um mapeamento de espaços de participação em 31 jornais brasileiros, em que se identificam tendências gerais relativas às questões de pesquisa acima citadas. Esse levantamento foi complementado por uma pesquisa qualitativa baseada em entrevistas e observação nas redações de dois jornais pernambucanos, a saber: o Diario de Pernambuco e o Jornal do Commercio. Encontraram-se evidências da normatização na manutenção da divisão de papéis entre jornalista profissional e leitor participante, marcado pela reafirmação da habilitação do profissional para a seleção e tratamento das informações. Identificou-se também que os espaços de participação não demonstram ter efeitos no crescimento do diálogo entre o jornal e seu público, atuando principalmente como forma de fidelização da audiência.
Keywords: Jornalismo
Participação no Jornalismo
Normatização
Apropriação Social da Tecnologia
Webjornalismo
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/8229
Issue Date: 30-Jan-2013
Appears in Collections:Dissertação (PÓSCOM)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.