Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/7181
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorQueiroz, Antônio Fernando de Souza-
dc.contributor.advisorTriguis, Jorge Alberto-
dc.contributor.authorBarragan, Olga Lucia Villarreal-
dc.creatorBarragan, Olga Lucia Villarreal-
dc.date.accessioned2012-11-12T19:36:37Z-
dc.date.available2012-11-12T19:36:37Z-
dc.date.issued2012-06-06-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/7181-
dc.description.abstractO presente trabalho foi desenvolvido no âmbito da Rede Cooperativa em Recuperação de Áreas Contaminadas por Atividades Petrolíferas – RECUPETRO. Foram examinadas e caracterizadas geoquimicamente 13 amostras de óleo representativas de algumas das principais bacias petrolíferas da América Latina. A sequência analítica incluiu Cromatografia Líquida (coluna aberta), Whole Oil por Cromatografia Gasosa (CG) e biomarcadores por Cromatografia Gasosa acoplada a Espectrometria de Massas (CG-EM), com o intuito de obter informações importantes tais como sua classificação com relação ao conteúdo de hidrocarbonetos (saturados e aromáticos) e não hidrocarbonetos (resinas e asfaltenos); o tipo de matéria orgânica que originou a sua maturidade; sua rocha fonte possível e os processos que podem ter sofrido, como alteração e biodegradação. A cromatografia líquida é uma técnica de separação de mistura e identificação de seus componentes. Esta técnica foi otimizada no Laboratório de Estudos do Petróleo (LEPETRO) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). A otimização do método foi baseada num planejamento fatorial em dois níveis 2 2 , onde a melhor resposta das diferentes combinações das variáveis foi a obtida usando as seguintes proporções: 0,02 g de amostra de óleo da bacia Potiguar no Brasil, com uma coluna de sílica gel ativada a 400-450 ºC durante 4 horas, a fração saturada foi eluída com 30 mL de n-Hexano, a fração aromática foi eluída com uma mistura de n-Hexano/Diclorometano (1:1, v/v, 40mL) e por último a fração NSO foi eluída com Diclorometano/Metanol (8:2, v/v, 40mL); estas misturas de solventes e volumes utilizados mostraram que a separação foi eficaz. A interpretação final dos resultados de Whole Oil e biomarcadores nas amostras, considerou a análise individual de cada óleo segundo suas características composicionais gerais e moleculares (estudo de biomarcadores da fração saturada). A composição global das amostras estudadas é de um óleo parafínico. O grau API dos óleos varia entre 27º e 37º, classificados como óleos leves e óleos medianos. Observando o ambiente deposicional, a maioria das amostras sugere origem marinha, mas algumas amostras possuem características de origem terrestre e lacustre. Os biomarcadores associados à maturação indicaram que as amostras são pouco maduras ou que estão no início da janela de geração de óleo. Algumas amostras não apresentam sinais de biodegradação ou um nível muito baixo.pt_BR
dc.description.sponsorshipFAPESB; CAPESpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.sourcehttp://www.pospetro.geo.ufba.br/dissertacoes/DISSERTA_O%20BARRAGAN.pdfpt_BR
dc.subjectÓleopt_BR
dc.subjectAmérica Latinapt_BR
dc.subjectCromatografia Liquidapt_BR
dc.subjectBiomarcadorespt_BR
dc.subjectEvolução Térmicapt_BR
dc.subjectPaleoambiente Deposicionalpt_BR
dc.titleCaracterização geoquímica de óleos da América Latinapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.localpubSalvadorpt_BR
Appears in Collections:Dissertação (POSPETRO)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.