Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/7172
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCelino, Joil José-
dc.contributor.authorBezerra, Paula Gimenez-
dc.creatorBezerra, Paula Gimenez-
dc.date.accessioned2012-11-12T18:29:41Z-
dc.date.available2012-11-12T18:29:41Z-
dc.date.issued2011-04-13-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/7172-
dc.descriptionKarina Santos Garcia - Co-orientadorapt_BR
dc.description.abstractCom o objetivo de se determinar os compostos voláteis BTEX em águas subterrâneas de postos de gasolina, foi implantado o método de determinação de compostos voláteis por purge and trap e espectrometria de cromatografia de massa (GC-MS), EPA 8260C e 5030C. A validação do método foi realizada através do estudo de seletividade, linearidade, sensibilidade, exatidão, precisão, limite de detecção (LD), limite de quantificação (LQ) e robustez. A curva de calibração varia de 2 a 200 μg.L -1 , com valores de recuperação dentro de um intervalo 70 a 120%, com precisão de 20%. Para se investigar a contaminação do aquífero da bacia do Rio Lucaia, Salvador, Bahia, por compostos derivados de petróleo devido a vazamentos de tanques combustíveis, foi determinada em amostras de águas subterrâneas, as concentrações de benzeno, tolueno, etilbenzeno e xilenos (BTEX), sulfato nitrato e ferro (II). A concentração de BTEX variou de 0,2-185,7 µg/L nas águas subterrâneas e as concentrações de sulfato, nitrato e ferro (II) foram correlacionados com os níveis de BTEX e sua degradação natural. Apenas em dois pontos foram observados os níveis de BTEX muito acima do permitido pelo CONAMA, as outras foram abaixo do LD ou não foram detectadas. Uma segunda coleta foi realizada, verificando-se a redução do teor de BTEX nos pontos amostrais da Bacia do rio Lucaia em até 82%. Os valores de nitrato, sulfato e ferro (II) foram relacionados nas duas campanhas observando-se a provável degradação natural dos compostos tendo como aceptores preferenciais o nitrato e o ferro (III), bem como a não dispersão da contaminação em níveis críticos para a população. O trabalho apresentado faz parte do projeto “Contaminação de Águas Subterrâneas por Derivados de Petróleo e Etanol oriundos de Postos de Distribuição na Região Metropolitana de Salvador: Subsídios para a Remediação Ambiental.” Aprovado no Edital 05/2007 pelo termo de outorga FAPESB – UFBA nº 8657 sobre os auspício do Núcleo de Estudos Ambientais do Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia.pt_BR
dc.description.sponsorshipCapes; Fapesbpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.sourcehttp://www.pospetro.geo.ufba.br/dissertacoes/DISSERTA_P%20BEZERRA.pdfpt_BR
dc.subjectBTEXpt_BR
dc.subjectágua subterrâneapt_BR
dc.subjectcromatografia gasosapt_BR
dc.titleContaminação de águas subterrâneas por BTEX na bacia do Rio Lucaia, Salvador, Bahiapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.localpubSalvadorpt_BR
Appears in Collections:Dissertação (POSPETRO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTA_P BEZERRA.pdfDissertaçao Bezerra4,53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.