Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/35434
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorRenck, Vitor-
dc.date.accessioned2022-06-02T13:50:14Z-
dc.date.available2022-06-02T13:50:14Z-
dc.date.issued2022-05-02-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufba.br/handle/ri/35434-
dc.description.abstractIn conservation and sustainable use of biodiversity approaches, proposals of integration between academic and indigenous and local knowledge have been common. Research in ethnoecology and ethnobiology acquire central importance in such integration proposals, as well as in dialogue initiatives, since they enable us to understand how local communities comprehend organisms and ecosystems. This makes it possible to mobilize potentially important knowledge in the conservation of biodiversity, but also to create more favorable conditions for these communities to have a voice and participate in conservation decision-making processes. Therefore, in this Dissertation we discuss potentialities and limitations of the dialogue between knowledge systems and knowledge co-production processes in Siribinha, an artisanal fishing community on the northern coast of Bahia. Siribinha, like other fishing communities in Brazil, suffers from various environmental, social and economic threats. Faced with these threats, it is important to carry out studies that document the bodies of knowledge and practices of fishers, thus contributing to the preservation of their identity, as well as for the recognition of their contribution to biodiversity conservation. Therefore, we discuss the need for them to have a voice in conservation decisions, especially in their territories. Thus, the present study seeks to analyze the local knowledge of fishers from Siribinha about biological and ecological aspects of the fish they interact with, as well as the local taxonomy related to these organisms. We sought to build an understanding of their knowledge systems and practices, which can inform the establishment of dialogic processes between artisanal fisheries and scientific-academic knowledge systems in the field of conservation and sustainable use of resources. In order to do so, we used methods such as free listing, semi-structured interviews and triad task. Our results show that the community has a great knowledge about fish (with 197 ethnospecies recorded, of which 33 were considered by the interviewees as salient). However, we found an intracultural diversity in the way fish are classified by the members of the community, which requires caution when making assumptions that it would have a unique model in this regard, which would constitute a cultural consensus. We also show how the knowledge of artisanal fishers can have a complementary relationship with scientificacademic knowledge, but also bring tensions that need to be addressed through intercultural dialogue. Finally, we show the importance of incorporating indigenous and local knowledge in the formulation of public policies, such as those related to closed fishing seasons. By doing so, we can improve sustainable biodiversity management practices and also contribute to the empowerment of traditional communities and indigenous peoples.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPESpt_BR
dc.languageengpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal da Bahiapt_BR
dc.subjectBiodiversidade - Conservaçãopt_BR
dc.subjectEcologia Humana - Siribinha (BA)pt_BR
dc.subjectEtnobiologiapt_BR
dc.subjectEtnoecologiapt_BR
dc.subjectEtnotaxonomiapt_BR
dc.subjectEtnozoologiapt_BR
dc.subjectCoprodução de Conhecimentospt_BR
dc.subjectPescadores Artesanaispt_BR
dc.subjectSobreposições Parciaispt_BR
dc.subjectTransdisciplinaridadept_BR
dc.subjectIndígenas - Conhecimentopt_BR
dc.subject.otherIndigenous and Local Knowledgept_BR
dc.subject.otherHuman Ecologypt_BR
dc.subject.otherEthnobiologypt_BR
dc.subject.otherEthnotaxonomypt_BR
dc.subject.otherEthnozoologypt_BR
dc.subject.otherKnowledge Co-productionpt_BR
dc.subject.otherArtisanal Fisherspt_BR
dc.subject.otherPartial Overlapspt_BR
dc.subject.otherTransdisciplinaritypt_BR
dc.titleOnde o rio encontra o mar: sobreposições parciais entre duas onto-epistemologias - Estudos sobre os conhecimentos biológicos e ecológicos da Comunidade Pesqueira de Siribinha, Bahiapt_BR
dc.title.alternativeWHERE THE RIVER MEETS THE SEA: PARTIAL OVERLAPS BETWEEN TWO ONTO-EPISTEMOLOGIES - Studies on the Biological and Ecological Knowledge of the Fishing Community of Siribinha, BApt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ecologia:TAV(antigo Programa de Pós em Ecologia e Biomonitoramento) pt_BR
dc.publisher.initialsUFBApt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA APLICADApt_BR
dc.contributor.advisor1El-Hani, Charbel Niño-
dc.contributor.advisor2Ludwig, David-
dc.contributor.advisor-co1Bollettin, Paride-
dc.contributor.referee1El-Hani, Charbel Niño-
dc.contributor.referee2Ross, Norbert-
dc.contributor.referee3dos Reis, Claudio Ricardo Martins-
dc.contributor.referee4Chaves, Leonardo-
dc.contributor.referee5Kendig, Catherine-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8619115803448862pt_BR
dc.description.resumoEm abordagens de conservação e uso sustentável da biodiversidade, tem sido comum a proposta de integração de conhecimentos acadêmicos e indígenas ou locais. Pesquisas em etnoecologia e etnobiologia adquirem importância central em tais propostas de integração, bem como em iniciativas de diálogo, pois permitem entender como comunidades locais compreendem organismos e ecossistemas, o que não somente possibilita mobilizar conhecimentos potencialmente importantes na conservação da biodiversidade, mas também criar condições mais favoráveis para que essas comunidades tenham voz e participem dos processos de decisão sobre conservação. Portanto, nesta tese discutimos potencialidades e limitações do diálogo entre sistemas de conhecimento e dos processos de coprodução de conhecimentos em Siribinha, uma comunidade de pescadores e marisqueiras artesanais do litoral norte da Bahia. Siribinha, assim como outras comunidades pesqueiras do Brasil, sofre várias ameaças ambientais, sociais e econômicas. Diante dessas ameaças, é importante realizar estudos que documentem os corpos de conhecimentos e práticas de pescadores e marisqueiras, contribuindo, assim, para a preservação da sua identidade, bem como para o reconhecimento de sua contribuição para a conservação da biodiversidade. Portanto, discutimos a necessidade de que tenham voz em decisões sobre conservação, especialmente em seus territórios. Assim, o presente estudo busca analisar o conhecimento local de pescadores e marisqueiras de Siribinha acerca de aspectos biológicos e ecológicos dos peixes com os quais interagem, bem como a taxonomia local relativa a esses organismos. Buscamos construir um entendimento dos seus sistemas de conhecimentos e práticas, que possa informar o estabelecimento de processos dialógicos entre os sistemas de conhecimento pesqueiro artesanal e científicoacadêmico no domínio da conservação e do uso sustentável de recursos. Para tanto, utilizamos como métodos a listagem livre, entrevistas semiestruturadas e tarefa de tríades. Nossos resultados mostram que a comunidade tem um rico conhecimento sobre peixes (com 197 etnoespécies registradas, das quais 33 foram detectadas como salientes). Porém, encontramos uma diversidade intracultural na forma como os peixes são classificados pelos membros da comunidade, o que exige cautela ao fazer suposições de que a comunidade teria um modelo único a este respeito, o que constituiria um consenso cultural. Mostramos também como o conhecimento de pescadores e marisqueiras artesanais pode ter uma relação de complementaridade com o conhecimento científico-acadêmico, mas também trazer tensões que precisam ser abordadas por meio de diálogo intercultural. Finalmente, mostramos a importância da incorporação do conhecimento local na formulação de políticas públicas, tais como aquelas relativas ao defeso. Dessa forma, podemos melhorar as práticas de manejo sustentável da biodiversidade e contribuir para o empoderamento das comunidades tradicionais e povos indígenas.pt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Biologiapt_BR
Appears in Collections:Tese (Pós-Ecologia)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Vitor Renck_Versao Final.pdf2,77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.