Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/34674
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCarvalho, Danilo Conceição de-
dc.date.accessioned2022-01-18T19:01:31Z-
dc.date.available2022-01-14-
dc.date.available2022-01-18T19:01:31Z-
dc.date.issued2021-10-01-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufba.br/handle/ri/34674-
dc.description.abstractMatrix Support is a model for the reorganization of management and care in the field of Health, based on the democratic and humanized articulation between multidisciplinary teams, which work by providing care and pedagogical support to reference teams. Its objective is to produce care based on the principle of comprehensiveness by involving health professionals, the community, the family and people in the planning of health promotion, prevention and recovery actions, overcoming structural barriers of the Unified Health System. Matrix Support was incorporated into the Brazilian public health policies of national reach through the creation of the Family Health Support Centers (NASF), instituted with the objective of strengthening Primary Care by offering specialized support to the Family Health teams. Adopting the perspective of discursive practices and production of meanings in the field of social psychology inspired by the constructionist movement, this research aimed to understand the meanings produced by psychologists working in the context of a multidisciplinary team of Primary Care, in the interior of Bahia , on Matrix Support in light of the official technical guidance documents that guide its practice. Initially, discursive practices present in booklets of the Ministry of Health and the Federal Council of Psychology were analyzed, documents in the public domain that served to disseminate technical guidelines on Matrix Support to psychologists throughout the country. The discussion about documents in the public domain evidenced the relationship between certain political agendas and the greater or lesser investment in democratic and humanized care for the qualification of Primary Care. Interviews were also carried out with two psychologists from a NASF team from a small town in the state of Bahia, highlighting their professional trajectories, and the challenges and potential inherent in teamwork, intersectoral practices, working in territories crossed by vulnerabilities and the context of dismantling the SUS, especially in Primary Care. Thus, the analysis of public domain documents and interviews allowed us to understand that the political investment reflected in the structural changes that occurred in the organization of teams with the institution of the NASF, added to the concern to reorient their practices based on the circulation of booklets with technical content /scientific, were important factors for the design of professional trajectories that were fruitful to the NASF proposals. However, the current political moment is producing significant discontinuities with initiatives that discourage assistance according to the rationale of Matrix Support. In addition, we emphasize that one of the unique contributions in this study was the finding that the existence of a fertile soil structured to operate according to the principles of the SUS, contributed to psychologists offering practices that were closer to the demands of the population and the guidelines relevant to this assignment.pt_BR
dc.description.sponsorshipOUTRASpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal da Bahiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectApoio matricialpt_BR
dc.subjectPsicologiapt_BR
dc.subjectPráticas discursivaspt_BR
dc.subjectProdução de sentidospt_BR
dc.subjectConstrucionismo socialpt_BR
dc.titleApoio Matricial na atenção básica: sentidos produzidos por psicólogas em um município no interior da Bahiapt_BR
dc.title.alternativeMatrix support in primary care: Meanings produced by psychologists in a municipality in the interior of Bahiapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI) pt_BR
dc.publisher.initialsUFBApt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIALpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICApt_BR
dc.contributor.advisor1Jesus, Mônica Lima de-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7198182802780342pt_BR
dc.contributor.referee1Santos, Liliana-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1751069530384176pt_BR
dc.contributor.referee2Aragaki, Sergio Seiji-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/6170534155900279pt_BR
dc.contributor.referee3Jesus, Mônica Lima de-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0467282526801366pt_BR
dc.description.resumoO Apoio Matricial é um modelo para reorganização da gestão e do cuidado no campo da Saúde, tendo como fundamento a articulação democrática e humanizada entre equipes multiprofissionais, que atuam prestando suporte assistencial e pedagógico a equipes de referência. Tem por objetivo produzir uma assistência assentada no princípio da integralidade ao envolver profissionais de saúde, comunidade, família e pessoas no planejamento de ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde, superando barreiras estruturais do Sistema Único de Saúde. O Apoio Matricial foi incorporado às políticas públicas de saúde brasileiras de alcance nacional através da criação dos Núcleos de Apoio a Saúde da Família (NASF), instituídos com o objetivo de fortalecer a Atenção Básica ofertando do suporte especializado às equipes de Saúde da Família. Adotando a perspectiva das práticas discursivas e produção de sentidos no campo da psicologia social inspirado no movimento construcionista, esta pesquisa teve como objetivo compreender os sentidos produzidos pelos/as psicólogos/as atuantes no contexto de uma equipe multiprofissional da Atenção Básica, no interior da Bahia, sobre o Apoio Matricial à luz dos documentos oficiais de orientação técnica que norteiam sua prática. Inicialmente, foram analisadas práticas discursivas presentes em cartilhas do Ministério da Saúde e Conselho Federal de Psicologia, documentos de domínio público que serviram para difundir orientações técnicas sobre Apoio Matricial aos/às psicólogos/as em todo território nacional. A discussão sobre os documentos de domínio público evidenciou a relação entre determinadas agendas políticas e o maior ou menor investimento no cuidado democrático e humanizado para qualificação da Atenção Básica. Foram também realizadas entrevistas com duas psicólogas de uma equipe NASF de uma cidade interiorana do estado da Bahia destacando suas trajetórias profissionais, e os desafios e potencialidades inerentes ao trabalho em equipe, às práticas intersetoriais, ao trabalho em territórios atravessados por vulnerabilidades e ao contexto de desmonte do SUS, sobretudo na Atenção Básica. Assim, a análise dos documentos de dimínio público e das entrevistas permitiram compreender que o investimento político refletido nas mudanças estruturais que ocorreram na organização das equipes com a instituição do NASF, somado à preocupação para reorientar suas práticas com base na circulação de cartilhas com conteúdo técnico/científico foram fatores importantes para o desenho de trajetórias profissionais profícuas às propostas do NASF. Entretanto, o atual momento político está produzindo descontinuidades significativas com iniciativas que desestimulam a assistência segundo a racionalidade do Apoio Matricial. Além disso, destacamos que uma das contribuições singulares no presente estudo foi a constatação que, a existência um solo fértil estruturado para operar segundos os princípios do SUS, contribuiu para que as psicólogas ofertassem práticas mais próximas das demandas da população e das diretrizes pertinentes a esta tarefa.pt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Psicologiapt_BR
Appears in Collections:Dissertação (PPGPSI)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Mest. Danilo C. Carvalho LEV-POSPSI-UFBA.pdf2,41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.