Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/34637
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorDutra-Thomé, Luciana-
dc.contributor.authorJesus, Maurício Coelho de-
dc.creatorJesus, Maurício Coelho de-
dc.date.accessioned2021-12-28T03:07:03Z-
dc.date.available2021-12-28T03:07:03Z-
dc.date.issued2021-12-28-
dc.date.submitted2021-11-18-
dc.identifier.otherdissertação-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/34637-
dc.description.abstractA presente dissertação avaliou a associação entre os diferentes tipos de conexões (institucional, familiar e comunitária), saúde mental positiva, vivência de eventos estressores e os indicadores dos 5Cs do Desenvolvimento Juvenil Positivo (DJP) em estudantes universitários/as brasileiros. O capítulo 1 apresenta a perspectiva do DJP, seus fundamentos teóricos e descreve as medidas dos 5Cs, pensando-as para o contexto brasileiro. O capítulo 2 analisou as relações entre os diferentes tipos de conexões sociais, saúde mental positiva e fatores de risco com os 5Cs do DJP. Correlações de Pearson e Equações Estruturais demonstraram que as conexões socais e os indicadores de saúde mental positiva podem ser considerados como preditores do DJP, uma vez que sua presença esteve relacionada com um aumento dos 5Cs. Contudo, o C do Cuidado indicou que para o estudante universitário sentir demais ou cuidar demais pode estar ligado a instabilidade emocional e baixas conexões com a família. Evidenciando ainda, uma maior percepção e impacto da vivência de eventos estressores por estes estudantes. Esses resultados podem auxiliar na formação de estratégias protetivas e promotoras de saúde e bem-estar em estudantes universitários/as brasileiros/as por meio de medidas que possam potencializar e fortalecer relações individuo-contexto.pt_BR
dc.description.abstractThis work evaluated the association between the different types of social connections (college, family and community), positive mental health and risk factors with the five Cs of the Positive Youth Development (PYD) in Brazilians college students. Chapter 1 presents the PYD theory and describes the five Cs model within the Brazilian context. Chapter 2 examines the relationship between different social connections, positive mental health and risk factors with the five C’s. Pearson’s correlations and Structural equation modeling were conducted. The results showed that social connections and the positive mental health are DJP predictors, since their presence was related to the increase of the five C’s, assisting in the formation of the protective strategies, promotion of health and well-being for the Brazilian college students.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEstudantes universitáriospt_BR
dc.subjectJuventudept_BR
dc.subjectDesenvolvimento juvenil positivopt_BR
dc.subjectConexões sociaispt_BR
dc.titleRecursos desenvolvimentais e desenvolvimento juvenil positivo em universitários/as brasileiros/aspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.refereesAlvarenga, Patrícia-
dc.contributor.refereesSantos, Elder Cerqueira-
dc.contributor.refereesDutra-Thomé, Luciana-
dc.publisher.departamentInstituto de Psicologiapt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapt_BR
dc.publisher.initialsUFBApt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.subject.cnpqPsicologiapt_BR
dc.subject.cnpqDesenvolvimento Humanopt_BR
Appears in Collections:Dissertação (PPGPSI)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.