Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/3121
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorPena, Paulo Gilvane Lopes-
dc.contributor.authorFreitas, Maria do Carmo Soares de-
dc.contributor.authorCardim, Adryanna-
dc.creatorPena, Paulo Gilvane Lopes-
dc.creatorFreitas, Maria do Carmo Soares de-
dc.creatorCardim, Adryanna-
dc.date.accessioned2011-10-05T18:53:00Z-
dc.date.available2011-10-05T18:53:00Z-
dc.date.issued2011-08-
dc.identifier.issn1413-8123-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/3121-
dc.descriptionp.3383-3392pt_BR
dc.description.abstractO trabalho artesanal persiste no país, cuja abordagem deve considerar particularidades sociais distintas das relações assalariadas. O objetivo foi analisar o processo de trabalho artesanal e suas relações com a saúde em uma comunidade de pescadores artesanais, particularmente nas atividades de pesca extrativa de mariscos. Estudar as cadências e contingenciamentos de tempo e outras condições de trabalho relacionadas ao desenvolvimento de patologias como lesões por esforços repetitivos - LER. Realizou-se um estudo qualitativo, ou etnográfico, no período de 2005 a 2007, em uma comunidade de 800 habitantes, situada em Ilha de Maré - Bahia. Foram entrevistados 30 pescadores e familiares, observados as atividades no trabalho e os casos suspeitos de LER encaminhados para serviço ambulatorial especializado. Evidenciou-se a gravidade das condições de trabalho, em particular para enfermidades LER. Em um modo de extração de mariscos, verificou-se a frequência média de 10.200 movimentos repetitivos por hora, enquanto, para a atividade de digitador, a norma oficial estabelece o limite de 8.000 toques por hora. Concluiu-se que as mariscadeiras devem ser incluídas dentre os grupos sociais de riscos que realizam esforços excessivos e repetitivos do sistema músculo-esquelético nas atividades do trabalho.pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.publisherAssociação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletivapt_BR
dc.subjectPescador artesanalpt_BR
dc.subjectSaúdept_BR
dc.subjectTrabalhopt_BR
dc.subjectLesões por Esforços Repetitivospt_BR
dc.subjectSmall-scale fishingpt_BR
dc.subjectHealthpt_BR
dc.subjectWorkpt_BR
dc.subjectRepetitive Strain Injury (RSI)pt_BR
dc.titleTrabalho artesanal, cadências infernais e lesões por esforços repetitivos: estudo de caso em uma comunidade de mariscadeiras na Ilha de Maré, Bahiapt_BR
dc.title.alternativeCiência & Saúde Coletivapt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.localpubRio de Janeiropt_BR
dc.identifier.numberv.16, n.8pt_BR
Appears in Collections:Artigo Publicado em Periódico (Faculdade de Medicina)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
a05v16n8.pdf115,46 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.