Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/30660
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRigo, Ariádne Scalfoni-
dc.contributor.authorRivas, André Luis Marocci-
dc.creatorRivas, André Luis Marocci-
dc.date.accessioned2019-09-16T19:04:23Z-
dc.date.available2019-09-16T19:04:23Z-
dc.date.issued2019-09-16-
dc.date.submitted2019-07-04-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/30660-
dc.description.abstractEsta pesquisa discute o tema da economia criativa, seus conceitos e termos associados, como: criatividade, indústrias criativas e cidades criativas. Esse termo que emerge a partir de 1994, na Austrália, com registros num documento intitulado pelo governo australiano de Creative Nation; ganha força no Reino Unido com Tony Blair e outros pensadores como, norte-americano Richard Florida (2001); os britânicos Jonh Howkins (2013), Charles Landry (1995) e órgãos internacionais como a UNCTAD, DCMS, OMC, OMPI, CEPAL, dentre outros. Aqui no Brasil esses temas são tratados por Reis (2012), Mirsawaka (2016, 2017), além da análise do Plano da extinta Secretaria de Economia Criativa e órgãos de cultura dos estados e municípios, bem como dos trabalhos de mapeamento das indústrias criativas no Brasil, realizados pela Federação das Indústrias do Rio de janeiro (FIRJAN), a partir de 2005. A abordagem metodológica de pesquisa é qualitativa, mas com a utilização de dados quantitativos, a fim de mensurar o impacto que os empreendimentos e atores dos setores criativos têm na economia da cidade. Nesta pesquisa optou-se pelo estudo de caso, realizado em Cachoeira, município do Recôncavo da Bahia, visando compreender seu contexto e seus traços culturais e religiosos peculiares, os quais corroboram o fato de que este município, pelas características específicas que envolvem sua origem e história, sua matriz cultural, seus festejos, seu conjunto arquitetônico e, o mais importante, a criatividade de seu povo, caracteriza-se como uma cidade criativa. Trata-se também de um estudo descritivo, pois descreve a realidade do município por meio de dados coletados com a aplicação de questionário sobre percepção da economia criativa pelos moradores e visitantes, além de entrevistas com atores criativos do município. Foi utilizada a pesquisa bibliográfica para conhecer melhor os temas abordados por este estudo. Para a análise de dados, utilizou-se a técnica da análise de conteúdo, aplicada às entrevistas, momento em que foi possível comparar as declarações dos entrevistados com o referencial teórico escolhido para discussão do tema proposto. Como resultado observou-se que os empreendimentos e profissionais ligados aos setores que compõem a economia criativa atuam por meio de projetos pessoais ou coletivos, sem o apoio direto da gestão local, que começa a olhar de maneira um pouco mais cuidadosa para a temática a partir do ano corrente. Percebe-se essa movimentação da gestão local, através do lançamento de edital para patrocínio de projetos ligados à área cultural. Constatou-se também que os empreendimentos criativos fazem girar a economia do município por meio de recursos captados de órgãos federais, bem como das atividades, eventos e rituais cotidianos de Cachoeira, como as celebrações e festas afro-brasileiras, música, dança, tecnologia da informação, artesanato, escultura, pintura, gastronomia, design de modas e acessórios, teatro e cinema, ou seja, empreendimentos capazes de gerar ocupação/emprego, renda e, consequentemente, desenvolvimento socioeconômico.pt_BR
dc.description.abstractThis research discusses the subject of creative economics, its concepts and associated terms such as creativity, creative industries, and creative cities, emerging from 1994 in Australia. From the document entitled "Creative Nation", it gains strength in the UK with Tony Blair and other thinkers such as North American Richard Florida (2001), the British John Howkins (2001), Charles Landry (1995) and international bodies such as UNCTAD, DCMS, OMC, OMPI, CEPAL, among others. Here in Brazil, these themes are addressed by Reis (2012), Mirsawaka (2016), as well as the analysis of the Plan of the extinct Secretariat of Creative Economy and cultural bodies of states and municipalities, as well as the mapping of creative industries in Brazil by the Federation of Industries of Rio de Janeiro FIRJAN since 2005. As methodology was used the approach of qualitative research with the use of quantitative data, to measure the impact that enterprises and actors of the creative sectors have in the economy of the city. In this case, a case study was chosen in the city of Cachoeira, in the State of Bahia, in order to understand its context and its characteristics, which corroborate the fact that, due to its peculiar characteristics involving its origin and history, its cultural matrix, its festivities, its architectural set and most importantly the creativity of its people, characterizes itself as a creative city. It is also a descriptive study because it describes the reality of the municipality through data collected through the application of a questionnaire on the perception of the creative economy by the residents and visitors, as well as interviews with creative actors of the municipality. Bibliographic research was used to better understand the themes addressed in this work. For the analysis, the technique of content analysis applied to the interviews, was used, where it was possible to compare the statements of the interviewees with the proposed theoretical framework on the subject of a creative economy. As a result, it was observed that entrepreneurs and professionals linked to the sectors that make up the creative economy, act through personal or collective projects, without the direct support of local management, which begins to look a little more carefully from the year. This movement of local management is perceived through the launching of an invitation to sponsor projects related to the cultural area. It was also found that creative enterprises revolve the economy of the municipality through funds raised to federal agencies, as well as Cachoeira's daily activities, such as Afro-Brazilian rituals and celebrations, music, dance, information technology, crafts and sculpture , painting, gastronomy, fashion design and accessories, theater and cinema, generating occupation / employment, income and consequently socioeconomic development.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEconomia criativapt_BR
dc.subjectCriatividade.pt_BR
dc.subjectCidades criativaspt_BR
dc.subjectIndústrias criativaspt_BR
dc.subjectCachoeirapt_BR
dc.titleCidades criativas: uma análise sobre as possíveis contribuições da economia criativa para o desenvolvimento do município de Cachoeirapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.refereesCaggy, Ricardo Costa da Silva Souza-
dc.contributor.refereesBenevides, Tania Moura-
dc.publisher.departamentEscola de Administraçãopt_BR
dc.publisher.programNPGApt_BR
dc.publisher.initialsUFBApt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.subject.cnpqCiências Sociais Aplicadaspt_BR
Appears in Collections:Dissertação de Mestrado Profissional (NPGA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação de Mestrado - André Luis Marocci Rivas.pdf4,6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.