Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/23860
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMatos, Ecivaldo de Souza-
dc.contributor.authorPita, Gabriel Lúcio-
dc.creatorPita, Gabriel Lúcio-
dc.date.accessioned2017-08-07T17:11:40Z-
dc.date.available2017-08-07T17:11:40Z-
dc.date.issued2017-08-07-
dc.date.submitted2016-10-20-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23860-
dc.description.abstractNo Brasil, mais de 23% da população possui algum tipo de deficiência. Esse é um cenário para um grande desafio: fazer com que as tecnologias de informação e comunicação, por meio de suas interfaces de usuário, beneficiem o conjunto dos cidadãos, promovendo uma sociedade mais justa, inclusiva e aberta às diferenças. Para se tratar esse desafio, se faz necessário: conhecer tais usuários em suas habilidades, formalizar requisitos de interação e investigar soluções de interfaces e interação. Surge assim o problema de como favorecer a participação do usuário deficiente visual em um processo de design de interação participativo. Para isso, este trabalho adotou como metodologia a primeira etapa de um framework baseado na Engenharia Semiótica e no Design Participativo (DP) chamado Semio-Participatory Interaction Design Framework (SPIDe). Durante esse processo, foram identificados os perfis de usuários e suas necessidades, trazendo a tona a necessidade da adequação das técnicas aplicadas. Assim, os principais resultados são a avaliação e as sugestões de adequação da primeira fase do framework, considerada de análise de contexto, para sujeitos com deficiência visual no contexto da mobilidade urbana. Para que o SPIDe possibilite o design por todos e consequentemente a inclusão de pessoas deficientes em um processo de design de interação.pt_BR
dc.description.abstractIn Brazil, over 23% of the population has some kind of disability. This is a scenario for a great challenge: making information and communication technologies, through their user interfaces, bring benefit to all citizens, promoting a more just, inclusive and open to differences society. For this challenge, it is necessary: knowing the users in their abilities, formalize interaction requirements and investigate interface solutions and interaction. This raises the problem of how to encourage the participation of visually impaired user in a participatory interaction design process. Therefore, this work adopted as methodology the first step of a framework based on Semiotics Engineering and Design Participatory called Semio-Participatory Interaction Design Framework (SPIDe). During this process, the user profiles were identified and their needs, bringing out the need to adapt the techniques applied. Thus, the main results are the evaluation and suggestions of adequacy of the first phase of the framework, considered as context analysis for individuals with visual impairment in the context of urban mobility. For the SPIDe enables the design for all and therefore the inclusion of disabled people in a process of interaction design.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectinteração humano-computadorpt_BR
dc.subjectdesign por todospt_BR
dc.subjectacessibilidadept_BR
dc.subjectdesign participativopt_BR
dc.subjectpessoas com deficiênciapt_BR
dc.subjectdeficiência visualpt_BR
dc.subjecthuman-computer interactionpt_BR
dc.subjectIHCpt_BR
dc.titleDesign por todos: participação de deficientes visuais no codesign de interação humano-computadorpt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor-coZabot, Diego-
dc.contributor.refereesCerqueira, Jés de Jesus Fiais-
dc.publisher.departamentEscola Politécnicapt_BR
dc.publisher.departamentColegiado de Engenharia da Computaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFBApt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.subject.cnpqCiência da Computaçãopt_BR
Appears in Collections:Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Engenharia da Computação (Escola Politécnica)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - Gabriel Pita.pdf801,64 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.