Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/22905
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCosmo, Camila Souza Alves-
dc.contributor.authorLucena, Rita de Cássia Saldanha de-
dc.contributor.authorSena, Eduardo Pondé de-
dc.creatorCosmo, Camila Souza Alves-
dc.creatorLucena, Rita de Cássia Saldanha de-
dc.creatorSena, Eduardo Pondé de-
dc.date.accessioned2017-06-07T16:08:04Z-
dc.date.available2017-06-07T16:08:04Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationR. Ci. med. biol., Salvador, v.11, n.2, p.134-139, mai./set. 2012.pt_BR
dc.identifier.issn2236-5222-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/22905-
dc.description.abstractA esclerose lateral amiotrófica (ELA) é uma complexa doença do sistema nervoso central e periférico, caracterizada por uma degeneração progressiva de neurônios motores superiores e inferiores que ocasiona perda funcional. Objetivo: conhecer os aspectos clínicos determinantes da capacidade funcional em portadores de esclerose lateral amiotrófica em um centro de referência no estado da Bahia. Métodos: Estudo transversal, qualitativo e descritivo. A população estudada incluiu portadores de esclerose lateral amiotrófica acompanhados no Ambulatório de Doenças Neuromusculares da Universidade Federal da Bahia, entre fevereiro de 2007 e julho de 2009. Foram realizados exames, físico e neurológico, roteiro de entrevista composto por variáveis epidemiológicas e clínicas, o qual era aplicado aos casos e seus cuidadores. Os parâmetros utilizados para avaliação funcional foram a escala funcional da ELA (ALSFRS – Amyotrophic Lateral Sclerosis Functional Rating Scale) e o Índice de Barthel, investigados como variável contínua. Resultados: Foram incluídos 37 indivíduos de ambos os sexos portadores de esclerose lateral amiotrófica. A média de idade foi de 51,7 anos ±12,8. O sintoma inicial predominante foi a fraqueza (56,8%), seguida pela fasciculação (16,2%). A média na ALSFRS foi de 20,9 e no índice de Barthel de 53,2. Conclusão: Os dados obtidos nos permitem conhecer características clínicas associadas a um maior prejuízo funcional em portadores de Esclerose Lateral Amiotrófica em um centro de referência na Bahia. Estes resultados poderão respaldar programas regionais para o diagnóstico precoce e intervenção, resultando em melhoria da qualidade de vida e minimização das repercussões clínico-funcionais.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherInstituto de Ciências da Saúde/ Universidade Federal da Bahiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.sourcehttp://www.portalseer.ufba.br/index.php/cmbio/article/view/6673/4566pt_BR
dc.subjectEsclerose Amiotrófica Lateralpt_BR
dc.subjectEstudos de Validaçãopt_BR
dc.subjectEscalas.pt_BR
dc.subjectAvaliação.pt_BR
dc.titleAspectos clínicos determinantes da capacidade funcional na Esclerose Lateral Amiotróficapt_BR
dc.title.alternativeRevista de Ciências Médicas e Biológicaspt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.localpubSalvadorpt_BR
dc.identifier.numberv.11, n. 2pt_BR
Appears in Collections:Artigo Publicado em Periódico (PPGPIOS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3_v.11_2.pdf327,94 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.