Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/21700
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBeretta, Magda-
dc.contributor.authorRocha, Thelma Soares da-
dc.creatorRocha, Thelma Soares da-
dc.date.accessioned2017-03-17T17:43:23Z-
dc.date.available2017-03-17T17:43:23Z-
dc.date.issued2017-03-17-
dc.date.submitted2008-06-11-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21700-
dc.description.abstractA exploração das águas subterrâneas tem se tornado uma alternativa para o abastecimento de água nas pequenas comunidades do semi-árido baiano devido à carência hídrica da região. No entanto, devido aos altos índices de sais dissolvidos presente nestas águas é necessário tratamento para torná-la potável, o que ocorre através de processos de dessalinização, com isso uma grande quantidade de dessalinizadores tem sido implantado, produzindo um efluente salino que está sendo disposto atualmente em lugares inapropriados. Com o objetivo de estudar este efluente salino, com vista ao aproveitamento econômico do sal de magnésio proveniente do rejeito salino de poços equipados com dessalinizadores, foram selecionados 15 poços com dessalinizadores distribuídos numa área de 553 km2 situada na micro-bacia do rio do Peixe e Paratigi, na sub-bacia de Ipirá. O estudo hidroquímico mostrou que 93,3% dos poços analisados apresentaram água do tipo cloretada cálcio-magnesiana influenciada pelo litotipo da região como ortognaisses e gnaisses kinzigícos. Foi avaliada também a evolução temporal dos cátions e ânions para o período de 1998 a 2007 e conclui-se que não houve evidencia significativa de acréscimo ou diminuição destes íons nos reservatórios subterrâneos, apesar dos gráficos dos íons cloreto, magnésio, cálcio e sódio mostrarem uma tendência linear positiva para a localidade de Rio do Peixe e negativa para os íons cloreto e magnésio na localidade de São Roque. O rejeito produzido pelo processo de dessalinização, evaporado nos tanques para separar os sais através da cristalização seletiva, sob as condições ambientais da região, apresentou 97% dos sais cristalizados na forma de NaCl seguido de MgCl2 com apenas 2%. Os dados encontrados no experimento do laboratório, entretanto, ficaram de acordo com o cálculo teórico esperado onde 53,8% do sal cristalizado foi de NaCl seguido com 36,6%, de sais de magnésio. As concentrações presentes de magnésio indicam possibilidades interessantes de ganhos econômicos com sua exploração. Com os dados obtidos no campo o valor de produção do poço, pós-separação do magnésio foi de US$0,48 por m3/h. Os dados obtidos no laboratório elevaram este valor para US$ 16,52 por m3/h. A busca pela recuperação do magnésio na presente situação pode ser justificada do ponto de vista ambiental, visando a obtenção de rejeito zero nos dessalinizadores, eliminando o impacto ambiental atualmente gerado pela disposição dos rejeitos no solo e otimizando a recuperação integral da água presente nos poços salinos da região. Entretanto, os resultados colhidos em laboratório mostraram um potencial econômico para extração do magnésio bem mais elevadopt_BR
dc.description.abstractThe groundwater assessment has been an option of water supplying into semi arid small communities in Bahia due to the region scarce hydrological sources. However, because of the high level of dissolved salt in those waters treatments such as desalination processes are necessary to make them drinkable. As a result lots of desalinization centers have been implemented, generating salt waste matters that have been impropriated disposed. Thinking in study that salt waste matters, picturing the economic use of the magnesium salt resulted of the salt waste from the wells prepared with desalination technologies, 15 wells with those mechanisms were selected between an area of 553 km2 in the micro water body of Peixe and Paratigi rivers and Ipira sub water body. The hydrochemistry study showed that 93.3% of the analyzed wells have hard water due to the region geology such as ortognaisses e gnaisses kinzigícos. The cations and anions temporal evolution was as well evaluated between 1998 and 2007 period and no significant evidence of either increase or decrease of those ions in the ground reservoir were concluded, even with charts of chloride ions, magnesium, calcium e sodium showing an positive linear tendency to the Peixe river place and an negative to chloride ions and magnesium to Sao Roque location. The salt waste matter produced in the desalination process, evaporated in the tanks to separate the salts through crystallization selection, under the environmental region conditions, showed that 97% of the crystallized salts were in NaCl form followed by the MgCl2 with only 2%. The data founded in the laboratory experiments however, were very close to the theoretical study illustrating that 53.8% of the crystallized salt were from NaCl and 36,6% were from magnesium salt. The magnesium concentrations observed demonstrate possibilities of economics benefits with its exploration. With the collected field data the value of the well production plus magnesium post-separation was $0.48 per m3/h. The gather laboratory data increased this value to $16,52 per m3/h. The pursuit of the magnesium recuperation in this situation can be justify by an environmental point of view, looking for a zero waste matter production in those desalination sites , eradicating the environmental impact generated due to the disposal of those rejects in the soil and optimizing the complete water recovery in salt wells of that region. However, the results collected in laboratory revealed a higher economic value to the magnesium extraction.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSal de rejeitopt_BR
dc.subjectCristalização fracionadapt_BR
dc.subjectRecuperação de magnésiopt_BR
dc.titleAvaliação da qualidade das águas dos poços tubulares da bacia do rio do peixe equipados com dessalinizadores, com vistas ao aproveitamento econômico do sal de rejeitopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.refereesBeretta, Magda-
dc.contributor.refereesBotelho, Maria de Lourdes Mascarenhas Figueiredo-
dc.contributor.refereesNascimento, Sérgio Augusto de Morais-
dc.publisher.departamentUniversidade Federal da Bahia, Escola Politécnica, Departamento de Engenharia Ambientalpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Mestrado Profissional em Gerenciamento e Tecnologias Ambientais no Processo Produtivopt_BR
dc.publisher.initialsMEPLIMpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
Appears in Collections:Dissertação (MEPLIM)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.