Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/14524
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAbreu, José Neander Silva-
dc.contributor.authorCarvalho, Chrissie Ferreira de-
dc.creatorCarvalho, Chrissie Ferreira de-
dc.date.accessioned2014-02-03T15:10:24Z-
dc.date.available2014-02-03T15:10:24Z-
dc.date.issued2014-02-03-
dc.date.submitted2013-03-22-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/14524-
dc.description.abstractO Manganês (Mn) é um elemento essencial ao corpo humano. O funcionando do Mn no organismo ocorre através de um mecanismo homeostático eficaz que mantem os níveis deste metal em concentrações ótimas. No entanto, altas concentrações de Mn no organismo podem acarretar prejuízos ao Sistema Nervoso Central, uma vez que, possui um potencial neurotóxico. O excesso de Mn no organismo tem sido associado a prejuízos neuropsicológicos em crianças e adultos. Os estudos com crianças expostas ao Mn retratam associações com a diminuição do desempenho em testes de Coeficiente Intelectual (QI), Desenvolvimento Psicomotor, Memória, Atenção e Função Motora. Objetivos: O presente trabalho tem por objetivo avaliar o desempenho neuropsicológico e comportamental de crianças em idade escolar e a associação com a exposição ao manganês. Materiais e Métodos: Participaram deste estudo 78 díades criança-mãe/responsável, crianças com idades entre 7 e 12 anos, e residentes em duas comunidades, Cotegipe e Santa Luzia, do município de Simões-Filho, situadas na região metropolitana de Salvador - Bahia, Brasil. Essas comunidades estão sob influência da poluição atmosférica gerada pelo processo de produção de ligas ferro-manganês de uma metalúrgica. Foi aplicada uma bateria neuropsicológica nas crianças compreendendo os domínios cognitivos: Inteligência, Memória, Atenção, Funções Executivas e Função Motora. Os pais ou responsáveis responderam a um questionário sociodemográfico e ao Child Behavior Checklist (CBCL), enquanto que os professores responderam à Escala Abreviada de Conners. Os níveis de Mn foram determinados por espectrometria de absorção atômica com forno de grafite e os resultados expressos em μg/g de Mn no cabelo (MnC). O desempenho neuropsicológico das crianças das duas comunidades foi comparado segundo testes estatísticos paramétricos e não paramétricos. Realizaram-se análises de correlação bivariada e análise de regressão múltipla para a investigação das associações entre o desempenho neuropsicológico e os níveis de Mn no cabelo. Resultados: Encontramos um desempenho inferior das crianças da comunidade de Santa Luzia, situada entre 2,5 a 3,5 km da fábrica, em relação à comunidade de Cotegipe situada até 2 km da Fábrica, nos seguintes testes: Fluência Fonológica (p=0,03), Cubos-WISC-III (p=0,04), Dígitos Ordem Indireta (OI) (p=0,002), Cubos de Corsi Ordem Direta (OD) (p=0,006), e maior quantidade de Erros em Nomeação (p=0,047). A análise do tamanho de efeito revelou que as diferenças entre as comunidades foi pequena, apenas a diferença entre o desempenho em Fluência Fonológica obteve uma magnitude de efeito moderada (d de 11 cohen= 0,56). Considerando os demais testes, o desempenho neuropsicológico das comunidades de Cotegipe e Santa Luzia foi semelhante. A análise do desempenho neuropsicológico geral das crianças das duas comunidades evidenciou escores abaixo da média que crianças com desenvolvimento típico em: Cubos (WISC-III), Tempo de Reação e Erros por Ação (TAVIS-III), Produzindo Palavras (Fluência Fonológica) e Soma dos Erros em Inibindo Respostas (NEPSY-II). A análise de rede das variáveis que estiveram correlacionadas significativamente (p<0,05) evidenciou uma rede coesa e com grau de nós interligados alto. As variáveis que apresentaram maior grau de correlações significativas com as demais foram: os escores em Dígitos OI, Cubos de Corsi OI, Fluência Fonológica, e o tempo total do Grooved Pegboard em ambas as mãos. O QI da criança correlacionou-se diretamente e moderadamente com o QI materno (r=0,47; p<0,001). Foram encontradas associações inversas entre log de MnC e os escores dos testes de QI, Dígitos OD e OI e recordação livre imediata em Memória para Lista (NEPSY-II). Observou-se a associação positiva entre log de MnC e velocidade motora, problemas de atenção, hiperatividade e comportamentos externalizantes. Conclusão: Os resultados confirmam que as crianças estão sob efeito da exposição crônica ao Mn advindo das emissões da planta metalúrgica. Concentrações elevadas de MnC foram associadas a um menor desempenho em medidas neuropsicológicas e comportamentais. Os resultados corroboram evidências crescentes que indicam aumento de comportamentos de impulsividade e externalizantes, assim como dificuldade de inibição de respostas, associados a exposição ao Mn e com possíveis efeitos sob o sistema dopaminérgico e de auto-regulação. Manganese (Mn) is an essential element to the human body. The functioning of Mn in the body occurs through a homeostatic mechanism that maintains effective levels of this metal in optimal concentrations. However, high concentrations of Mn in the body may cause damage to the central nervous system, assuming that Mn has a neurotoxic potential. Excess Mn in the body has been associated with neuropsychological impairments in children and adults. Studies with children exposed to Mn indicate associations with decreased performance on tests of intellectual coefficient (IQ), Psychomotor Development, Memory, Attention and Motor Function. Objectives: The aim of this study is to assess the behavioral and neuropsychological performance in school age children and the association with manganese exposure. Materials and Methods: The study included 78 dyads children-mother/caregiver, children aged between 7 and 12 years old, and residents in two communities, Cotegipe and Santa Luzia, in the district of Simões-Filho, located in the state of Bahia, Brazil. These communities are under the influence of pollution generated by the production process of a iron-manganese alloy plant. Was administered a neuropsychological battery for children including the cognitive domains: Intelligence, Memory, Attention, Executive Functions and Motor Function. Parents or caregivers answered a sociodemographic questionnaire and the Child Behavior Checklist (CBCL), while teachers answered to the Abbreviated Conners Scale. The levels of Mn were determined by atomic absorption spectrometry with graphite furnace and the results expressed in μg/g-Mn in the hair (MnH). The neuropsychological performances of children of both communities were compared according to parametric and non-parametric statistical tests. Bivariate correlations and multiple regression analysis were applied to investigate the associations between neuropsychological performance and manganese biomarkers’ levels. Results: We found a lower performance of children in the community of Santa Luzia, located between 2.5 to 3.5 km radius from the iron-manganese alloy plant, in relation to the community of Cotegipe located within 2 km radius of the plant, in the following tests: Phonologic Fluency (p = 0.03 ), Block Design -WISC-III (p = 0.04), Digit Span-Indirect Order (IO) (p = 0.002), Corsi Block - Direct Order (DO) (p = 0.006), and greater number of Naming Errors (p = 0.047). The effect size analysis revealed that the differences between communities was small, only the difference between the performance on Phonologic Fluency obtained a moderate effect size (Cohen d = 0.56). Considering the other tests, neuropsychological performance of both communities was similar. The analysis of general neuropsychological performance of 13 children of both communities showed below average scores than children with typical development in: Block Design (WISC-III), Reaction Time and Commission Errors (TAVIS-III), Word Generation (Phonologic Fluency) and Total Inhibition Errors (NEPSY-II). A network analysis of the variables that were significantly correlated (p <0.05) showed a cohesive network with a high degree of interconnected nodes. The variables that have higher degree of significant correlations with the others were: Digit Span IO, Corsi Block IO, Phonologic Fluency, and Grooved Pegboard total time on both hands. The child's IQ correlated directly and moderately with maternal IQ (r = 0.47, p <0.001). We found inverse associations between log MnH and scores on IQ, Digit Span DO and IO and immediate free recall in Memory List (NEPSY-II). We observed a positive association between log MnH and motor speed, attention problems, hyperactivity and externalizing behaviors. Conclusion: The results showed that the children of these communities are under the effect of chronic exposure to Mn emissions arising from the iron-manganese alloy plant. High levels of MnH were associated with lower performance on neuropsychological and behavioral measures. The results corroborate growing evidence that indicate increased impulsivity and externalizing behaviors, as well as difficulty to inhibition of responses, associated with Mn exposure and possible effects on the dopamine system and self-regulation.pt_BR
dc.description.sponsorshipFAPESB - CAPESpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAvaliação neuropsicológicapt_BR
dc.subjectFunções cognitivaspt_BR
dc.subjectManganêspt_BR
dc.subjectToxicologiapt_BR
dc.subjectNeuropsicologiapt_BR
dc.subjectProblemas de comportamentopt_BR
dc.subjectAtençãopt_BR
dc.subjectNeuropsychological assessmentpt_BR
dc.subjectCognitive functionspt_BR
dc.subjectManganesept_BR
dc.subjectToxicologypt_BR
dc.subjectNeuropsychologypt_BR
dc.subjectBehavioral problemspt_BR
dc.subjectAttentionpt_BR
dc.titleEfeitos neuropsicológicos da exposição ao manganês em criançaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.refereesVieira, Nayara Silva Argollo-
dc.contributor.refereesAlvares, Marie Adélia Spielmann Moura-
dc.publisher.departamentInstituto de Psicologiapt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapt_BR
dc.publisher.initialsIPS-PPGPSIpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.subject.cnpqCiências Humanaspt_BR
Appears in Collections:Dissertação (PPGPSI)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.