Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/13011
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLemos, André-
dc.contributor.authorFirmino, Fernando-
dc.creatorFirmino, Fernando-
dc.date.accessioned2013-09-20T18:42:58Z-
dc.date.available2013-09-20T18:42:58Z-
dc.date.issued2013-09-20-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/13011-
dc.description.abstractInvestiga-se na tese as implicações das tecnologias móveis digitais conectadas na prática jornalística com abordagem sobre a reportagem de campo. O problema de pesquisa, em torno das rotinas produtivas, compreende exploração do conceito de jornalismo móvel digital em combinação com convergência jornalística e mobilidade. Com a produção jornalística capitaneada por meio do território informacional baseado nas tecnologias sem fio (3G, 4G, Wi-Fi, Bluetooth, WiMax) e nos dispositivos móveis digitais como smartphones, tablets, celulares, notebooks, câmeras digitais, entre outros equipamentos portáteis, novas configurações emergem no agenciamento da apuração, produção e distribuição de conteúdos. No contexto, as redações integradas com perspectiva multiplataforma se utilizam da prática do jornalismo móvel no sentido de potencializar a mobilidade, a portabilidade e a ubiquidade. Para compreender essa conjuntura remetida às rotinas de produção no jornalismo empreendese uma reflexão teórico-conceitual e um trabalho de campo explorando três estudos de caso empíricos: Extra Online, JC Online e A Tarde Online. Com abordagem centrada em método qualitativo para estudos de caso, a pesquisa elegeu como técnicas de coleta de dados a observação participante de caráter etnográfico e a realização de entrevistas qualitativas de característica semiestruturada para observar e analisar nesses meios as apropriações das tecnologias móveis no fazer jornalístico. Durante 60 dias (20 em cada caso) foram observadas as rotinas de produção dentro das redações através dos fluxos de produção internos e, em campo, com os repórteres em ação, além da realização de 30 entrevistas com repórteres, editores e diretores dos três casos. Com essa iniciativa, pode-se inferir as características norteadoras do trabalho jornalístico com a adoção de tecnologias móveis digitais perpassando o processo de produção permitindo, assim, definir e mapear as mudanças em curso e suas reais implicações e apropriações. Os resultados da pesquisa indicam alterações nas rotinas produtivas em termos de acúmulo de funções, novas demandas por atualizações contínuas do campo e níveis de comprometimento da produção da notícia em condições de mobilidade e, ao mesmo tempo, aspectos potencializadores do jornalismo móvel com processos de reconfiguração da reportagem de campo.pt_BR
dc.description.sponsorshipCNPQpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectTecnologias móveispt_BR
dc.subjectMobilidadept_BR
dc.subjectRotinas produtivaspt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.subjectJornalismopt_BR
dc.subjectCiberculturapt_BR
dc.subjectConvergênciapt_BR
dc.subjectRedação integradapt_BR
dc.subjectJornalismo móvelpt_BR
dc.titleJornalismo Móvel Digital: uso das tecnologias móveis digitais e a reconfiguração das rotinas de produção da reportagem de campopt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.localpubFaculdade de Comunicação - UFBApt_BR
dc.identifier.number1pt_BR
Appears in Collections:Tese (PÓSCOM)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernando FIRMINO da Silva.pdf6,61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.