Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/10081
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPereira, Solange Andrade-
dc.contributor.authorCruz, Andréa Cristina Santos da-
dc.creatorCruz, Andréa Cristina Santos da-
dc.date.accessioned2013-04-25T16:41:37Z-
dc.date.available2013-04-25T16:41:37Z-
dc.date.issued2003-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/10081-
dc.descriptionp. 1-62pt_BR
dc.description.abstractA degradação da qualidade ambiental dos ecossistemas aquáticos vem acontecendo de forma intensa, sobretudo nas áreas costeiras, onde inúmeras atividades antrópicas geram uma série de contaminantes que provocam efeitos adversos na biota local. Para avaliar esses efeitos são usados testes de toxidade com o objetivo de prevenir e/ou minimizar impactos potenciais nesses ecossistemas. Os testes de toxicidade são instrumentos que precisam ser aferidos e realizados sob situações absolutamente controladas, para que a análise resultante possa ser efetivamente realizada para prevenção e controle. Para isto, são requeridas substâncias usadas como referência da saúde e capacidade de resposta dos organismos-teste. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo desenvolver estudos para subsidiar o controle da qualidade analítica desses testes com embriões da ostra Crassostrea rhizophorae. Para tanto, foi estabelecido um nível de efeito alternativo, igual a 15%, para avaliar a toxicidade crônica para Crassostrea rhizophorae determinada pelas substâncias orgânicas, fenol, 4-clorofenol e DSS (Dodecil Sulfato de Sódio), visando conferir maiôs fidedignidade aos testes de toxidade. A metodologia utilizada foi desenvolvida por Nascimento et al., (1989). O cálculo dos níveis de efeito biológico de 50 e 15% foram efetuados utilizando os programas estatísticos Trimmed Spearman Karber e ICp (Inhibition Concentration), respectivamente. Dentre as substâncias analisadas o 4-clorofenol apresentou melhor performance nos testes de toxicidade realizados, sendo por isso, recomendado como um bom tóxico de referência.pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.publisherPrograma de pós-graduação em ecologia e biomonitoramento do Instituto de Biologia UFBApt_BR
dc.subjectBiologia geralpt_BR
dc.subjectTestespt_BR
dc.subjectToxicidadept_BR
dc.subjectCrassostrea rhizophoraept_BR
dc.subjectToxicity testspt_BR
dc.subjectSubstâncias de referênciapt_BR
dc.subjectTestes de toxicidadept_BR
dc.subjectReference substancept_BR
dc.subjectCrassostrea rhizophoraept_BR
dc.subjectCompostos orgânicospt_BR
dc.subjectEcologia marinhapt_BR
dc.titleSeleção de substâncias orgânicas como referência em testes de toxicidade com embriões da ostra Crassostrea rhizophorae, Guilding, 1828: controle da qualidade analítica de testes ecotoxicológicos.pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.localpubSalvadorpt_BR
Appears in Collections:Dissertação (Pós-Ecologia)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Andrea C S CRUZ seg.pdf779,61 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.