Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/10080
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorViana, Blandina Felipe-
dc.contributor.authorPigozzo, Camila Magalhães-
dc.creatorPigozzo, Camila Magalhães-
dc.date.accessioned2013-04-25T16:37:25Z-
dc.date.available2013-04-25T16:37:25Z-
dc.date.issued2004-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/10080-
dc.descriptionp. 1-42pt_BR
dc.description.abstractEstudos têm evidenciado que fatores locais afetam o número e a abundância de espécies coexistentes. Em uma área restrita de caatinga, na Reserva Biológica de Canudos (9o56?34?S e 38o59?17?W), estimaram-se as variáveis de estrutura do hábitat: densidade de arbustos e herbáceas, altura média de arbustos e herbáceas; e as relacionadas aos recursos: riqueza de espécies vegetais floridas, número de indivíduos floridos e abundância de flores disponíveis. Utilizou-se a correlação múltipla (índice de correlação de Pearson (r) e significância de 0,05 para testar a relação entre as citadas variáveis ambientais e a riqueza e abundância de espécies de abelhas. As variáveis faunísticas não demonstraram associação com as variáveis de estrutura do hábitat. No entanto, a riqueza de abelhas mostrou-se associada à riqueza de plantas floridas (r=0,537; p=0,039), à abundância de indivíduos floridos (r=0,580; p=0,023) e à abundância de flores (r=0,538;p=0,039); enquanto a abundância de abelhas apresentou correlação negativa e significativa com as três variáveis (r=-0,559, p=0,03; r=-0,573, p=0,026; r=-0,611, p=0,015, respectivamente). Segundo o paradigma da heterogeneidade dos recursos, o número de espécies em uma comunidade é positivamente relacionado ao de recursos disponíveis, e a abundância relativa das espécies é ditada pela dos recursos necessários. Os resultados corroboraram a primeira previsão, mas revelou um comportamento oposto ao esperado para a abundância dos recursos. A correlação negativa encontrada parece ser fruto da presença massiva das populações de Apis mellifera, espécie altamente generalista que monopoliza as fontes mais produtivas de recursos, podendo causar a diminuição das populações de abelhas nativas.pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.publisherPrograma de pós-graduação em ecologia e biomonitoramento do Instituto de Biologia UFBApt_BR
dc.subjectEnvironmental variablespt_BR
dc.subjectPolinizaçãopt_BR
dc.subjectInteraçõespt_BR
dc.subjectEcologia de ecossistemaspt_BR
dc.subjectCaatingapt_BR
dc.subjectCommunity Structurept_BR
dc.subjectVegetationpt_BR
dc.subjectAbelhapt_BR
dc.subjectInteração animal-plantapt_BR
dc.titleOrganização das comunidades locais de Apoidea em uma área de caatinga, Canudos-Ba.pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.localpubSalvadorpt_BR
Appears in Collections:Dissertação (Pós-Ecologia)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert CMP.pdf2,59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.