DSpace

RI UFBA >
Escola de Nutrição >
Programa de Pós-Graduação em Alimentos, Nutrição e Saúde (PGNUT) >
Dissertações de Mestrado (PGNUT) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9870

Title: Intervenção nutricional e exercício físico:influência sobre fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis em mulheres.
Authors: Costa, Priscila Ribas de Farias
???metadata.dc.contributor.advisor???: Assis, Ana Marlucia de Oliveira
Keywords: intervenção nutricional;atividade física;estratégia global;dislipidemia, doenças cardiovasculares,saúde da mulher;physical activity and nutrition intervention;strategy;NUTRICAO
Issue Date: 2009
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Alimentos, Nutrição e Saúde (PGNUT)
Abstract: Introdução: A dislipidemia tem sido indicada como um dos mais importantes fatores de risco para a doença cardiovascular (DCV), uma das DCNT de maior prevalência em todo o mundo. A alimentação inadequada associada ao sedentarismo tem sido responsabilizada pela alta ocorrência das dislipidemia. Objetivo: avaliar a influência de um programa de intervenção baseado na Estratégia Global da OMS sobre a mudança no perfil lipídico das participantes. Metodologia: trata-se de um estudo de intervenção quasi-experimental do tipo antes e depois, baseada na intervenção nutricional e atividade física, com duração de 12 meses, envolvendo 69 mulheres de 20 a 59 anos, submetidas a exames bioquímicos e avaliação nutricional no início, aos 6 e aos 12 meses do seguimento. A Equação de Estimação Generalizada foi a técnica estatística usada para avaliar as associações planejadas. Resultados: A prevalência da hipercolesterolemia foi de 71% entre as participantes; níveis séricos indesejáveis de LDL-colesterol, HDL-colesterol e triglicérides foram observados, respectivamente em 31,9%, 36,2% e 31,9%, delas. Pela análise de GEE, a cada unidade de aumento no escore médio de consumo diário dos alimentos do grupo das gorduras e frituras, houve um aumento de 56,33mg/dl (p<0,01) e de 24,70 mg/dl (p<0,01) nos níveis séricos de colesterol total e LDL-Colesterol, respectivamente. Observou-se ainda que o menor nível de atividade física elevou em 15,68mg/dla (p=0,0145) a média de triglicérides séricos, quando comparado com os níveis mais. O HDL-Colesterol não se associou à intervenção. Conclusão: a intervenção mostrou-se associada à redução da gravidade da dislipidemia nas participantes.
Description: p. 1-173
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9870
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PGNUT)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertacao Priscila Ribas SEG.pdf658.47 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA