DSpace

RI UFBA >
Instituto de Saúde Coletiva - ISC >
Dissertações de Mestrado Profissional (ISC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9694

Title: Denominadores para o cálculo de coberturas vacinais: um estudo das bases de dados para estimar a população de menores de um ano de idade.
Authors: Teixeira, Antonia Maria da Silva
???metadata.dc.contributor.advisor???: Mota, Eduardo Luiz Andrade
Keywords: Vaccination coverage;SIAPI;RCoortes;Sinasc;Nascidos vivos;Estimativas populacionais;Saude coletiva;Indicadores;Coberturas vacinais;Population;Indicators;Live birth;Sinasc
Issue Date: 2008
Publisher: Programa de pós-graduação em saúde coletiva
Abstract: Atribuem-se variações nas coberturas vacinais (CV) em <1 ano às limitações do cálculo do indicador, relativas ao registro de doses e à escolha do denominador. Para este último, a cobertura do Sinasc para nascidos vivos (NV) e estimativas populacionais fazem variar o cálculo das CV em algumas áreas. Critérios que orientem a escolha do denominador tornamse necessários às ações do PNI. Este estudo descritivo ecológico-espacial avaliou estimativas populacionais do IBGE/Datasus, número de nascimentos pela metodologia RCoortes e registros do Sinasc em 2005 para as CV. O numerador foi o número de 3as doses de DTP+Hib, indicadora das CV em <1ano. Compararam-se CV por estratos de cobertura e porte populacional dos municípios em relação à cobertura do Sinasc e estimativas populacionais. Valores atípicos e mais elevados das CV ocorreram quando se utilizou NV em municípios de pequeno porte sugerindo sub-registro no Sinasc. Nestes os dados populacionais parecem menos precisos. Os Coeficientes de Correlação de Pearson (R2) entre o número de NV e população para municípios com <100 NV/ano e com 100-999 NV foram, respectivamente, 59,8% e 87,8%; em municípios com 1000+ NV R2 foi >95%. Indica-se que o número de NV seja o denominador adequado para o cálculo das CV, considerando a cobertura crescente do Sinasc. Estimativas RCoortes aproximam-se de dados populacionais especialmente nas UF e devem ser um denominador alternativo. Recomenda-se cautela nos municípios de pequeno porte, monitorando-se as coberturas vacinais e do Sinasc. A incorporação de crítica no SIAPI para identificar situações aberrantes promoverá melhoria na qualidade dos dados e coberturas vacinais mais confiáveis.
Description: p. 1-33
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9694
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Profissional (ISC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Antonia Diss MP Denominadores CV.pdf346.61 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA