DSpace

RI UFBA >
Instituto de Saúde Coletiva - ISC >
Dissertações de Mestrado Profissional (ISC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9686

Title: Tendência da mortalidade por doenças respiratórias em idosos antes e depois da vacinação contra Influenza no Brasil: 1992 a 2005
Authors: Campagna, Aide de Souza
???metadata.dc.contributor.advisor???: Dourado, Maria Inês Costa
Keywords: Doenças respiratórias;Séries temporais;Vacinação;Idoso;Mortalidade;Influenza;Saude publica;Elder;Mortality;Influenza;Vaccination;Time series
Issue Date: 2007
Publisher: Programa de pós-graduação em saúde coletiva
Abstract: Os objetivos do presente estudo foram analisar as séries temporais (tendências históricas e sazonalidade) das taxas de mortalidade por doenças respiratórias selecionadas (pneumonias, influenza, bronquites e obstrução das vias respiratórias) em pessoas com 60 anos e mais de idade nas regiões do Brasil no período de 1992 a 2005 e comparar o comportamento dessas séries temporais no período anterior e posterior à intervenção das campanhas de vacinação contra influenza. Trata-se de um estudo ecológico longitudinal misto onde foram utilizados dados secundários do SIM e estimativas da população idosa, por sexo e idade, do IBGE. Os óbitos foram estratificados por ano, mês, sexo, faixa etária, região e capitais agregadas por região, para construção das taxas de mortalidade, posteriormente ajustadas por sexo e/ou idade com a técnica de padronização pelo método direto (população padrão: Brasil - Censo 2000). Para análise do comportamento da mortalidade segundo introdução da campanha de vacinação nos diferentes grupos de idade, foi utilizada a regressão linear ajustando pela tendência histórica e sazonalidade da mortalidade no período de estudo. Observou-se tendência crescente nas taxas de mortalidade pelas causas selecionadas com o aumento da idade da população de estudo. Alem disso, valores mais elevados desses indicadores também foram observados entre os homens e entre os residentes das regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste. Identificou-se redução estatisticamente significativa das taxas de mortalidade para todas as faixas etárias no período posterior à introdução das campanhas de vacinação contra a influenza, ainda que controlando a tendência histórica e a sazonalidade das causas de morte estudadas. Os resultados confirmam a importante magnitude das taxas de mortalidade por doenças respiratórias relacionadas à influenza em pessoas idosas no Brasil e qualifica o debate sobre os benefícios da vacinação. Além disso, esse estudo reforça a necessidade de pesquisas que visam avançar nas explicações desses achados.
Description: p. 1-71
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9686
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Profissional (ISC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Aide Campagna.pdf503.46 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA