DSpace

RI UFBA >
Escola de Teatro >
Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas (PPGAC) >
Teses de Doutorado (PPGAC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9618

Title: O boi e a máscara: imaginário, contemporaneidade e espetacularidade nas brincadeiras de boi de São Caetano de Odivelas - Pará
Authors: Silva, Silvia Sueli Santos da
???metadata.dc.contributor.advisor???: Martins, Suzana Maria Coelho
Keywords: Máscara;Máscara corporal;Brincadeira de boi;Espetacularidade;Imaginário amazônico
Issue Date: 2011
Abstract: Esta tese tem como objeto de estudo a brincadeira de boi do município paraense de São Caetano de Odivelas. Investiga-se este fenômeno cultural, tradicional e contemporâneo para compreender a função da máscara, suas caracterizações e o comportamento corporal que ela estabelece nos brincantes, através dos personagens que ali se revelam. Aponta-se o motivo da máscara, dessacralizado e inserido nas festas públicas, como artifício simbólico e lúdico a partir do qual a espetacularidade, o imaginário e a contemporaneidade articulam-se na formação da cena de rua. Os conceitos que alicerçam esta pesquisa trazem os suportes teóricos da Etnocenologia e da Fenomenologia. O olhar fenomenológico permite compreender o objeto do lugar que ele se apresenta e do ponto de vista de quem o descreve. A Etnocenologia investiga as práticas e comportamentos espetaculares de acordo com suas matrizes culturais e suas caracterizações estéticas. Assinala-se como procedimento metodológico a Etnometodologia, inspirada na Fenomenologia e suas técnicas de investigação do fenômeno in loco. A pesquisa de campo, de caráter etnográfico, desenvolveu-se entre maio de 2009 e junho de 2010, período que concentrou a maior parte das entrevistas e a coleta de material áudio visual. Durante a pesquisa de campo foram recolhidos relatos de pessoas que vivem em São Caetano de Odivelas e participam da brincadeira de boi. Entre os sujeitos entrevistados havia brincantes, participantes e criadores, totalizando um universo de vinte e duas entrevistas, dentre as quais dezessete narrativas foram transcritas e citadas nesta tese como fonte de informação e análise. A apreciação do material coletado baseou-se nos etnométodos como meio de interpretação das relações construídas entre os sujeitos, a cidade e a sua festa. Privilegiou-se a técnica de entrevistas de livre narrativa, que permite liberdade de fruição para as intervenções das memórias dos sujeitos. A observação da mascarada de rua de São Caetano de Odivelas concentrou-se em seus aspectos contemporâneos e estéticos, que embasaram as descrições dos personagens e seus caracteres plásticos e dramáticos, revelados nas falas dos brincantes como um modelo inscrito em seus corpos, parte de sua própria experiência estética, somada à memória social da cidade. Considera-se que a dimensão da máscara odivelense como objeto cênico integra-se a sua forma plástica, transformando-se em agente de criação e interpretação da brincadeira de rua e atuando na cultura local pela constante troca de conhecimento que envolve as gerações de brincantes.
Description: 244f.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9618
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGAC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Silvia%20Sueli%20Silva.pdf6.33 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA