DSpace

RI UFBA >
Escola de Enfermagem >
Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) >
Dissertações de Mestrado (PPGENF) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9569

Title: Vulnerabilidade de mulheres interioranas soropositivas à infecção pelo HIV/AIDS
Authors: Santos, Ninalva de Andrade
???metadata.dc.contributor.advisor???: Paiva, Mirian Santos
Keywords: Infecção pelo HIV/AIDS;Representações sociais;Vulnerabilidade;Gênero;Infection for the HIV/AIDS;Social representations;Vulnerability;Sort
Issue Date: 2007
Publisher: Programa de Pós- Graduação em Enfermagem da UFBA
Abstract: A Síndrome da Deficiência Imunológica Adquirida (AIDS) foi inicialmente considerada fenômeno masculino, já que os homens que faziam sexo com homens (HSH) representavam a categoria de exposição dominante. Atualmente a expansão entre as mulheres constitui importante aspecto da transição epidemiológica. O estudo buscou analisar a vulnerabilidade de mulheres interioranas à infecção pelo HIV/aids; identificar se as variáveis sexo e raça/cor influenciam na vulnerabilidade de mulheres do interior à infecção pelo HIV/aids; apreender as Representações Sociais de mulheres do interior à infecção pelo HIV/aids. Trata-se de estudo com abordagem multimétodos, do tipo descritivo e exploratório, cujos eixos teóricos foram a Teoria das Representações Sociais de Moscovici, gênero e conceito de vulnerabilidade. A pesquisa foi realizada em Jequié-BA. Participaram do estudo 25 mulheres, entre 22 e 77 anos, portadoras do HIV/aids, cadastradas em um centro de referência para tratamento de DST/aids, entre agosto e outubro/2006. A coleta dos dados foi realizada através de análise documental, entrevistas semi-estruturadas e Teste de Associação Livre de Palavras TALP, que teve como estímulos indutores: aids, HIV, sexo, sexualidade e vulnerabilidade feminina à infecção pelo HIV/aids. Os dados obtidos pelo TALP foram submetidos à Análise Fatorial de Correspondência AFC, obtida através do software Tri-deux-Mots, sendo as entrevistas submetidas à análise temática do conteúdo. Os resultados da AFC demonstraram significância para as variáveis fixas raça/cor e religião. Para as católicas brancas a aids foi representada como preconceito e prevenção, o que evidencia o aspecto profilático e de exclusão social; para as evangélicas brancas emergiram as representações de doença e morte, caracterizando o aspecto biológico que no contexto da religiosidade é apontada como castigo, devido aos comportamentos desviantes . As Representações Sociais do HIV apreendidas entre as católicas foram (aids e sexo com condom) e entre as evangélicas (morte, medo e cuidado), associando, respectivamente, a noção biológica e sentimentos de temor e proteção frente ao agravo. A AFC fez emergir representações positivas e similares, evocadas pelos grupos sobre sexo: prazer, cuidado, desejo, bom e prevenção. Quanto à vulnerabilidade feminina à infecção pelo HIV/aids, foram retratadas as palavras: confiança, infidelidade, sexo sem condom, desinformação e promiscuidade (católicas brancas e negras); infidelidade e transfusão de sangue (evangélicas brancas e negras). As representações das evangélicas não revelam similitudes com o conhecimento científico a respeito da temática. Observa-se que a maioria possui conhecimento sobre a importância do uso do condom na prevenção do agravo, embora tenham se contaminado em relação sexual desprotegida. O preconceito e a discriminação constituem barreira à adesão ao tratamento adequado. As Representações Sociais apreendidas para este grupo estudado explicitam a invisibilidade das vulnerabilidades sociais e programáticas e das questões de gênero na dinâmica da infecção e apontam para uma forte influência das doutrinas religiosas sobre o comportamento das pessoas nas questões de ordem sexual e reprodutiva traduzida pelos conceitos de culpa e pecado que dificultam o diálogo sobre sexualidade.
Description: 120f.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/9569
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGENF)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Santos_Dissertacao.pdf1.98 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA