DSpace

RI UFBA >
Escola de Administração >
Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) >
Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/7641

Title: Segurança, poder e expertise: O papel das think tanks norte-americanas na Governamentalidade da ordem internacional pós-89
Authors: Freitas, Cristina Almeida de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Milani, Carlos Roberto Sanchez
Keywords: Segurança;Governamentalidade;Estados Unidos;Think tanks;International security;Governmentality;United States
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Federal da Bahia
Abstract: A temática da segurança tem ganhado cada vez mais importância no cenário global diante dos crescentes desafios abarcados pelas transformações econômicas, políticas, ambientais, humanitárias e culturais contemporâneas. Estes desafios contribuíram para alimentar o debate em torno de uma concepção mais ampla de segurança internacional, tensionando perspectivas mais tradicionais das relações internacionais juntamente com novas abordagens que priorizam os indivíduos como centro da análise e ampliam os estudos de segurança para áreas até então desconsideradas pelo viés mais estrutural e geopolítico. Paralelo a essa tensão, encontram-se os Estados Unidos e seu posicionamento na ordem internacional pós-1989, que apresentou e apresenta, por meio de sua estratégia de segurança nacional, uma política externa que tem fortes impactos no cenário internacional, destacando a contínua relevância deste país para o mundo em constante transformação. De modo a colocar essas diversas questões em diálogo, tanto no que diz respeito às muitas dimensões da segurança internacional como a posição dos Estados Unidos para uma arquitetura mundial (tendo em mente que sua posição é efeito de um aparato complexo que envolve não somente os EUA, mas sua interação com os demais atores no cenário global), este trabalho resgata a concepção foucaultiana de governamentalidade, extrapolando este conceito para a esfera internacional através das análises das relações entre saber/poder e discurso. A governamentalidade é definida por Michel Foucault como o “conjunto constituído pelas instituições, procedimentos, análises e reflexões, cálculos e táticas que permitem exercer esta forma bastante específica e complexa de poder, que tem por alvo a população, por forma principal de saber a economia política e por instrumentos técnicos essenciais os dispositivos de segurança”, tendo como fundamento de sua existência um regime de verdade que consiste basicamente no livre mercado. A ideia de governamentalidade da ordem internacional consiste essencialmente na percepção de que o regime de verdade em torno dos mercados aponta para uma série de práticas organizadas, as quais podem ser provenientes da ação de um ou mais atores internacionais, individualmente ou em conjunto, tendo como objeto de atuação as populações e repercutindo internacionalmente. Os Estados Unidos se encontram no cerne da discussão uma vez que suas estratégias de segurança internacional refletem uma razão de Estado que tem no regime liberal sua premissa maior, constituindo dispositivos de segurança em defesa de uma ordem internacional liberal. Esta relação não é construída unicamente pelo governo norte-americano, mas conta com o suporte de importantes atores de política externa nos Estados Unidos, as think tanks, organizações de pesquisa e advocacy promotoras e propagadoras de ideias. Estas possuem um importante papel na governamentalidade da ordem internacional não apenas pela influência que exercem junto ao governo na formulação de estratégias políticas e à opinião pública norte-americana, mas também porque compartilham do regime de verdade defendido pelo Estado norte-americano. Este trabalho traz o exemplo de três importantes think tanks norte-americanas (The Brookings Institution, Council on Foreign Relations e American Enterprise Institute) a fim de mostrar o papel que elas desempenharam na governamentalidade da ordem internacional pós-1989, tendo como foco o próprio campo da segurança internacional.
Description: 169 f.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/7641
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
5757575757.pdf2.84 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA