DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Pós-Graduação em Geofísica (PGEOF) >
Dissertações de Mestrado (PGEOF) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/33222

Title: Caracterização magnetotelúrica da estrutura de impacto de Santa Marta - Piauí
Authors: Ferreira, Elienara Fagundes
???metadata.dc.contributor.advisor???: Vasconcelos, Marcos Alberto Rodrigues
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Batista, Joelson da Conceição
Keywords: Método Magnetotelúrico - Estrutura de impacto - Santa Marta (PI);Inversão 3D;Estrutura de impacto - Mapeamento - Santa Marta (PI);Cratera de impacto - Santa Marta (PI);Unidades geológicas - Estruturas de impacto - Características
Issue Date: 6-Apr-2021
Abstract: O Brasil possui em seu território 7 estruturas de impacto comprovadas até o momento. A estrutura de impacto de Santa Marta se localiza a sudoeste do Estado do Piauí, no município de Corrente. Trata-se de uma estrutura de impacto do tipo complexa, com cerca de 10 km de diâmetro e núcleo soerguido estimado em 3,5 km. A estrutura tem idade estimada entre 93 e 100 Ma, sendo formada em um cenário geológico complexo, onde as rochas mesozóicas da Bacia Sanfranciscana se sobrepõem às sequências da Bacia Paleozóica do Parnaíba. Nesse contexto, entender sua estratigrafia e seu processo de formação é um grande desafio. O presente trabalho visou a caracterização das unidades geológicas de Santa Marta a partir da utilização de dados magnetotelúricos. Dados magnetotelúricos de banda larga foram coletados e analisados por meio de inversões 1D e 3D objetivando a caracterização das unidades geológicas da estrutura de impacto de Santa Marta - Piauí. As análises de dimensionalidade mostram que a resistividade em subsuperfície apresenta comportamento tridimensional para a maior parte das estações localizadas dentro da estrutura e comportamento unidimensional para duas das estações localizadas na porção externa. Os resultados das inversões mostram que a bacia anular oeste é caracterizada por rochas identificadas como rochas da Bacia Sanfranciscana (ρ > 50 Ω.m) e brechas (ρ > 800 Ω.m) resultantes do evento de impacto. Sob essa camada, são observadas unidades com resistividade ligeiramente menores na faixa de 100 - 800 Ω.m provavelmente relacionadas ao embasamento da Bacia do Parnaíba. Sua região central é caracterizada pela descontinuidade do embasamento e um pico de anomalia Bouguer. Tais características estão possivelmente relacionadas com falhas resultantes do soerguimento da elevação central, e podem indicar a localização e o diâmetro da elevação central, estimado cerca de 4 km. Por fim, a bacia anular a leste é caracterizada por baixos valores de resistividade na faixa de 5 a 100 Ω.m, que são identificados com as rochas da Bacia do Parnaíba e pela presença de um corpo condutor de origem desconhecida, mas muito provavelmente não associado ao impacto. Os resultados demonstram a grande complexidade da estrutura de Santa Marta em função do mapeamento proposto, e a distribuição das anomalias mostra que, apesar da estrutura ser circular, a geologia não se distribui simetricamente como esperado. Pelo contrário, as anomalias mostram que Santa Marta é uma estrutura de impacto assimétrica, o que a grosso modo pode ter relação com o ângulo de impacto.
Brazil has currently 7 documented impact structures in its territory. The Santa Marta impact structure is located in the southwestern state of Piauí, in the Corrente County. It is a complex impact structure, about 10 km in diameter with a central uplift 3,5 km-wide. It has an estimated age between 93 and 100 Ma and was formed in a complex geological context, where the Mesozoic rocks of the Sanfranciscana Basin are overlying the sequences of the Paleozoic Basin of Parnaíba. Therefore, understanding its stratigraphy and formation process is a big challenge. This thesis aims to characterize the units of the Santa Marta using magnetotelluric data. Broadband magnetotelluric data were collected along two profiles, which were analyzed using 1D and 3D inversions. Dimensionality analyzes show that subsurface resistivity has three-dimensional behavior for most stations located within the structure and one-dimensional behavior for two of the stations located in the outer portion. The models show that the western annular basin is characterized by Sanfranciscan Basin rocks (⇢ > 50 ⌦.m) and breccias (⇢ > 800 .m) resulting from the impact event. Under this layer, slightly lower resistivity units are observed in the range of 100 - 800 ⌦.m probably related to the basement of the Parnaíba Basin. Its central region is characterized by the discontinuity of the basement and a peak in the Bouguer anomaly. These characteristics are possibly related to faults resulting from the central uplift formation, and may indicate the location and diameter of the central elevation, estimated at about 4 km. Finally, the eastern annular basin is characterized by low resistivity values in the range of 5 to 100 ⌦.m, which are identified as rocks of the Parnaíba Basin and by the presence of a conductor body of unknown origin, but possibly not related to the impact event. The models demonstrate the great complexity of the Santa Marta structure due to the proposed mapping, and the distribution of anomalies shows that, the geological units are not distributed as expected, although it has a circular shape. On the contrary, the pattern of the anomalies shows that Santa Marta is an asymmetric structure, which can be roughly related to the impact angle.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/33222
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PGEOF)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
394.pdf133.84 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA