DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Odontologia >
Programa de Pós-Graduação em Odontologia e Saúde >
Teses de Doutorado (POSDONTO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/33051

Title: Efeito de diferentes técnicas de inserção e tipos de resina composta na dinâmica de difusão, presença de bolhas e adaptação marginal de restaurações classe II
Authors: Martinez, Eduardo Martinez
???metadata.dc.contributor.advisor???: Mathias, Paula
Keywords: Resinas compostas;Adaptação marginal;Infiltração marginal
Issue Date: 15-Mar-2021
Abstract: Os procedimentos restauradores estéticos incluem muitos materiais odontológicos, levando à necessidade constante de atualização do profissional para obter o melhor resultado clínico. O objetivo desse estudo foi avaliar o efeito de diferentes técnicas de inserção, com resinas compostas convencional e do tipo bulk fill, na dinâmica de difusão, na presença de bolhas e na adaptação marginal das restaurações, através de avaliações estereoscópicas e radiográficas. Para isso, foram realizados dois estudos: um com 60 corpos de prova confeccionados com 6 formas diferentes de restauração (n=10) utilizando resina convencional, convencional flow, bulk fill regular e bulk fill flow, todas da marca 3M Espe: BF (1 incremento: 4mm de bulk fill regular), BFF+BF (2 incrementos: 2 mm bulk fill flow + 2mm bulk fill regular), RC (2 incrementos: 2mm de resina convencional cada), RCF+RC (2 incrementos: 2mm de convencional flow + 2mm de resina convencional), BFF+RCF (2 incrementos: 2mm de bulk fill flow + 2mm de convencional flow) e BFF+RC (2 incrementos: 3mm de bulk fill flow + 1mm de resina convencional flow). Foram avaliadas sorção de água, solubilidade e presença das bolhas no corpo das restaurações. Observou-se que as médias de sorção de água entre os grupos BF e RC não apresentaram diferença estatísticas, entre os grupos RCF+RC, BFF+RCF, BFF+RC não foram identificadas diferenças estatísticas nas médias de sorção de água nem nas médias de solubilidade. O grupo RC apresentou maior média do número de bolhas com áreas maiores, quando comparado ao grupo BF. O grupo BFF+RCF, em relação à média do número de bolhas e à área, não apresentou diferença estatística com o grupo RC, mas, quando comparado com o grupo BF, apresentou quase o dobro de bolhas. Conclui-se que a resina bulk fill regular e a resina composta convencional melhoram suas propriedades de dinâmica de difusão quando associados a outros incrementos e à resina flow. No entanto, a quantidade e a área das bolhas aumentam quando essas associações são feitas. No segundo estudo, 60 molares foram restaurados de 6 formas diferentes, usando os mesmos tipos de resinas compostas do primeiro estudo. Os grupos, após a termociclagem, foram avaliados na adaptação marginal, infiltração marginal através de exame radiográfico e exame estereoscópico por 3 examinadores calibrados com os critérios da FDI. Não foram identificadas diferenças estatísticas significantes nos escores de adaptação marginal e infiltração marginal entre os grupos. A exceção foi o grupo BFF+RC que apresentou diferença estatística significante em relação aos outros grupos na avaliação radiográfica da adaptação marginal. Assim, foi possível concluir que as restaurações em resina composta apresentam boa adaptação marginal e baixa microinfiltração, independentemente da técnica restauradora, do tipo de resina composta e do uso de resinas compostas flow associadas entre si. Com os resultados dos dois estudos, foi possível concluir que o tipo de resina composta utilizada e a forma de inserção desse material interferem na sua dinâmica de difusão, mas não no tamanho das bolhas, no entanto, foi possível atingir excelentes resultados nas avaliações de infiltração e adaptação marginal das restaurações.
The aesthetic restorative procedures include many dental materials, leading to the constant need for professional updating to obtain the best clinical result. The aim of this study was to evaluate the effect of different insertion techniques, with conventional and bulk fill composites, on the diffusion dynamics, the presence of voids and the marginal adaptation of the restorations, through stereoscopic and radiographic evaluations. For this, two studies were carried out: one with 60 specimens made with 6 different forms of restoration (n = 10) using conventional resin, conventional flow, regular bulk fill and bulk fill flow, all from 3M Espe: BF (1 increment: 4mm of bulk fill regular), BFF + BF (2 increments: 2mm bulk fill flow + 2mm regular bulk fill), RC (2 increments: 2 mm of conventional resin each), RCF + RC (2 increments: 2mm of conventional flow + 2mm of conventional resin ), BFF + RCF (2 increments: 2mm bulk fill flow + 2mm conventional flow) and BFF + RC (2 increments: 3mm bulk fill flow + 1mm conventional flow resin). Water sorption, solubility and presence of voids in the restorations were evaluated. It was observed that the means of water sorption between the groups BF and RC did not show statistical difference, between the groups RCF + RC, BFF + RCf, BFF + RC, no statistical differences were identified in the means of water sorption nor in the averages of solubility. The RC group had a higher average number of voids with larger areas, when compared to the BF group. The BFF + RCF group, in relation to the average number of voids and the area, showed no statistical difference with the RC group, but, when compared with the BF group, it presented almost twice as many voids. It is concluded that regular bulk fill resin and conventional composite resin improve their diffusion dynamics properties when associated with other increments and flow resin. However, the quantity and area of the voids increase when these associations are made. In the second study, 60 molars were restored in 6 different ways, using the same types of composite resins as in the first study. The groups, after thermocycling, were evaluated for marginal adaptation, marginal infiltration through radiographic examination and stereoscopic examination by 3 examiners calibrated with the FDI criteria. No statistically significant differences were identified in the scores for marginal adaptation and marginal infiltration between groups. The exception was the BFF + RC group, which showed a statistically significant difference in relation to the other groups in the radiographic evaluation of marginal adaptation. Thus, it was possible to conclude that composite resin restorations have good marginal adaptation and low microleakage, regardless of the restorative technique, the type of composite resin and the use of fluid composite resins associated with each other. With the results of the two studies, it was possible to conclude that the type of composite resin used and the form of insertion of this material interfere in its diffusion dynamics, but not in the size of the voids, however, it was possible to achieve excellent results in the infiltration assessments and marginal adaptation of restorations.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/33051
ISSN: Tese
Appears in Collections:Teses de Doutorado (POSDONTO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE Eduardo Martinez.pdf1.18 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA