DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Programa de Pós-Graduação em Geoquímica: Petróleo e Meio Ambiente (POSPETRO) >
Dissertações de Mestrado (POSPETRO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32893

Title: Eficiência de consórcio microbiano degradador de alcano durante a biorremediação de sedimento de manguezal com petróleo
Authors: Conceição, Lavínia Silva
???metadata.dc.contributor.advisor???: Lima, Danúsia Ferreira
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Oliveira, Eddy José Francisco
Keywords: Gene;Biodegradação;Hidrocarbonetos alifáticos (n-alcanos);Manguezal - Biorremediação;Planejamento fatorial;Manguezal - Poluição por petróleo;Hidrocarbonetos - Degradação
Issue Date: 25-Feb-2021
Abstract: Atualmente o derramamento de petróleo é a principal ameaça para os manguezais, uma vez que seus compostos são tóxicos e de difícil degradação. Nesse sentido, foi montado um experimento de biorremediação com sedimento do manguezal do rio São Paulo, Bahia – Brasil, frequentemente afetado pelo derramamento de óleo. Portanto, este trabalho buscou entender a capacidade dos microrganismos desta região em degradar o petróleo da bacia do Recôncavo. A elaboração do experimento se deu através de um planejamento fatorial, e contou com sete biorreatores ligados a bomba de vácuo, simulando o regime de maré a cada 6 horas. Os biorreatores contiveram 400g de sedimento esterilizado, 4g de petróleo bruto e quantidades variáveis de consórcio encapsulado, visando simular o processo de biorremediação em manguezal. O gene alkB, descrito como degradador de n-alcano foi quantificado e comparado com o crescimento microbiano e a degradação da fração saturada do petróleo, durante três tempos do experimento (4 , 17 e 30 dias). Foram realizadas análises geoquímicas de nutrientes (carbono orgânico, nitrogênio e fósforo) e hidrocarbonetos totais do petróleo(HTP), análises microbiológicas (enumeração de fungos e bactérias) e análise molecular (amplificação do gene através da técnica de PCR em tempo real-qPCR). Os resultados mostraram que houve correlação positiva entre o número de cópias de alkB e a degradação do petróleo, e o planejamento fatorial apontou que o tempo exerce influência na quantidade de consórcio, durante o processo de biorremediação.
Currently, oil spills are the main threat to mangroves since their compounds are toxic and difficult to degrade. In this sense, a bioremediation experiment was set up with mangrove sediment from the São Paulo river, Bahia - Brazil, which is often affected by the oil spill. Therefore, this work sought to understand the capacity of microorganisms in this region to degrade oil in the Recôncavo basin. The design of the experiment took place through factorial planning, and included seven reactors connected to the vacuum pump, simulating the tidal regime every 6 hours. The reactors contained 400g of sterile sediment, 4g of crude oil and varying amounts of encapsulated consortium, in order to simulate the mangrove bioremediation process. The alkB gene, described as n-alkane degrader, was quantified, and compared with microbial growth and the HTP / UCM ratio during three times of the experiment (4 days, 17 days, and 30 days). Geochemical analyzes of nutrients (organic carbon, nitrogen, and phosphorus) and total oil hydrocarbons (HTP), microbiological analyzes (enumeration of fungi and bacteria) and molecular analysis (Amplification of the gene through the technique of Real-time PCRqPCR). The results showed that there was a positive correlation between the number of copies of alkB and the degradation of oil, and the factorial design pointed out that time influences the amount of intercropping, which showed greater degradation after the seventeenth day of the experiment.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32893
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (POSPETRO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação Lavínia (1).pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA