DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Teses de Doutorado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32700

Title: Uma face da twitteratura: a produção de microcontos no Twitter
Authors: Silva, Raphaelle Nascimento
???metadata.dc.contributor.advisor???: Couto, Edvaldo Souza
Keywords: Tecnologia educacional;Cibercultura;Twitteratura;Twitter;Microconto;Literatura e internet;Contos;Educational technology;Cyberculture;Twitterature;Micro-fiction
Issue Date: 26-Jan-2021
Abstract: Na cibercultura, a conexão em rede se tornou, em certa medida, um dos parâmetros estruturantes das relações humanas e dos modos de ser e de estar nas sociedades conectadas. Nessa mesma perspectiva, a cultura digital vem interferindo fortemente no modo como os sujeitos consomem, produzem, disseminam conteúdos e se relacionam com os bens de produção estético-cultural em seus mais variados aspectos e formatos. Nesse cenário, as redes sociais digitais alcançaram um espaço estruturante nas formas de narrar a vida cotidiana e se tornaram um ambiente fértil e acolhedor também para a produção de narrativas literárias como o microconto. Nesse contexto, a tese discute e analisa a produção de microcontos na rede social Twitter, a qual se configura como uma das vertentes do fenômeno intitulado twitteratura. O objetivo foi investigar as manifestações de aspectos distintivos da escrita interativa em rede na produção de microcontos no Twitter. A pesquisa adotou aportes teóricos que permitiram estabelecer uma intersecção entre os estudos acerca da forma narrativa microconto e os estudos sobre as redes sociais digitais enquanto espaço de produção de bens culturais e de manifestação de comportamentos e modos de ser e estar nas sociedades conectadas. A investigação teve como principais campos teóricos os Estudos Literários e os da Cibercultura, em especial, aqueles que se referem ao Twitter. Portanto, trata-se de uma pesquisa realizada a partir da observação encoberta de 12 perfis do Twitter selecionados para o estudo a partir de sua produção de twitteratura. O método utilizado foi o qualitativo, de cunho descritivo, analítico e interpretativo. O corpus final da pesquisa foi composto pelos elementos de constituição dos perfis no Twitter (nome de usuário, biografia, foto de perfil e/ou capa); pelos 33 tweets literários selecionados; pelas postagens relacionadas à prática de escrita de microcontos; e pelos dados referentes às interações e movimentação em rede dos tweets postados. Por meio da análise desses elementos, foi possível constatar que: a) a forma compartilhada e interativa como os microcontos podem circular no Twitter, legitima e modifica uma prática social de escrita literária distinta das formas anteriores, embora não seja inteiramente nova; b) o Twitter, enquanto espaço de produção da twitteratura, ainda não apresenta um fluxo de escrita com repercussão ampliada através dos recursos de engajamento e interação da rede, nem condizente com suas possibilidades de alcance global; e c) o Twitter é um espaço propício para abrigar as micronarrativas em rede, mas também no contexto da cibercultura, a produção de textos literários em rede apresenta dificuldades de alcançar seu público, semelhante ao que ocorre nas mídias impressas. Dentre outros aspectos, consideramos importante salientar como principal resultado desta pesquisa, a percepção da capacidade potencial que a escrita literária em rede possui para promover a educação das sensibilidades através do acionamento de estratégicas estéticas e de recursos do ambiente em rede. Concluímos que esse pode ser um elemento estruturante para pensar as aprendizagens em rede como um caminho para a vivência estética de um ensino de literatura mais movente e compartilhado.
ABSTRACT In cyberculture, network connection has to some extent become one of the structuring parameters of human relations and the ways of being in connected societies. In this same perspective, digital culture has been strongly interfering in the way subjects consume, produce, disseminate content and relate to the aesthetic-cultural production goods in their most varied aspects and formats. In this scenario, digital social networks have reached a structuring space in the ways of narrating everyday life and have become a fertile and welcoming environment for the production of literary narratives such as the micro-fiction. In this context, the thesis discusses and analyzes the production of micro-fictions in the social network Twitter, which is configured as one of the aspects of the phenomenon entitled twitterature. The objective was to investigate the manifestations of distinctive aspects of network interactive writing in the production of micro-fictions on Twitter. The research adopted theoretical contributions that allowed establishing an intersection between studies on the narrative form micro-fiction and studies on digital social networks as a space for the production of cultural goods and manifestation of behaviors and ways of being in connected societies. The research had as main theoretical fields the Literary Studies and those of Cyberculture, especially those that refer to Twitter. Therefore, it is a research conducted from the covert observation of 12 Twitter profiles selected for the study from their twitterature production. The method used was qualitative of descriptive nature, analytical and interpretative. The final corpus of the research was composed by the elements of the constitution of the profiles in Twitter (username, biography, profile photo and/or cover); by the 33 selected literary tweets; for posts related to the practice of writing micro-fictions; and data regarding interactions and network movement of posted tweets. Through the analysis of these elements, it was found that: a) the shared and interactive way that micro-fictions can circulate on Twitter, legitimizes and modifies a social practice of literary writing distinct from previous forms, although not entirely new; b) Twitter, as a twitterature production space, does not yet have a writing flow with extended repercussions through the network's engagement and interaction resources, nor befitting its possibilities of global reach; and c) Twitter is a suitable space to host networked micro-narratives, but also in the context of cyberculture, the production of networked literary texts presents difficulties to reach its audience, similar to what occurs in print media. Among other aspects, we consider it important to highlight as the main result of this research, the perception of the potential capacity of network literary writing has to promote the education of sensibilities through the activation of aesthetic strategies and resources of the network environment. We conclude that this can be a structuring element for thinking about network learning as a way for the aesthetic experience of a more moving and shared literature teaching.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32700
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_UMA FACE DA TWITTERATURA - A PRODUÇÃO DE MICROCONTOS NO TWITTER_REPOSITÓRIO_UFBA.pdf3.85 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA