DSpace

RI UFBA >
Escola Politécnica >
Centro Interdisciplinar de Energia e Ambiente (CIEnAm-PG) >
Teses de Doutorado - (CIEnAm-PG) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32518

Title: Utilização de parâmetros físicos, químicos e biológicos de RSU para avaliação do ambiente de decomposição em aterros sanitários
Authors: Santos, Adriano Braga dos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Machado, Sandro Lemos
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Torres, Ednildo Andrade
Góes-Neto, Aristóteles
Keywords: Aterro sanitário;Resíduos sólidos urbano;Digestão anaeróbica;Microorganismos;Metagenômica
Issue Date: 21-Dec-2020
Abstract: Os aterros sanitários são equipamentos de engenharia para disposição de resíduos sólidos urbanos (RSU) com vistas à proteção do meio ambiente e da saúde pública, modernamente encarados como biorreatores, onde as atividades microbianas de digestão anaeróbia desempenham um papel crucial no seu comportamento e na geração do biogás com potencial energético. Nesse trabalho técnicas moleculares (metagenômica) foram utilizadas para testar a hipótese de que uma eventual entrada de oxigênio nas células do maciço através da camada de cobertura estivesse interferindo na composição, diversidade e estrutura microbiana dos RSU dispostos no Aterro Sanitário Metropolitano Centro (ASMC), localizado na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na Bahia. Os resultados da análise metagenômica demonstraram que o sequenciamento de alto rendimento do rDNA 16S pode fornecer uma visão abrangente da estrutura e diversidade das comunidades procarióticas e do padrão de distribuição de grupos no ambiente de decomposição dos RSU. No presente caso, as análises taxonômicas indicaram que os filos Firmicutes (41,3%) e Euryarchaeota (16,8%) são os táxons microbianos mais abundantes dos RSU já aterrados nas áreas rentes ao dreno de gás DG 266 de alta sucção do ASMC. Os grupos microbianos encontrados no aterro sanitário se encaixam bem nas vias clássicas dos processos de digestão anaeróbica. A maioria dos gêneros microbianos identificados foram anaeróbicos e superiores aos gêneros aeróbicos. Apesar de uma predominância dos gêneros anaeróbicos, o uso da técnica estatística PCA com distância Hellinger evidenciou a diferença entre amostras com distâncias/profundidades diferentes (p = 0,0001 e p = 0.0025, respectivamente). Os gêneros de micro-organismos mais abundantes encontrados foram Methanobacterium, Methanosarcina, Methanofollis, Desulfosporosinus, Anaerolinea e Clostridium, todos anaeróbicos. Os resultados obtidos corroboram a hipótese de entrada de oxigênio para o interior do maciço de RSU já aterrado do ASMC pela camada de cobertura, o que altera o ambiente de decomposição e leva a uma queda na produção de metano. A variável que mais apresentou coeficiente de correlação elevado foi a distância, seguida de Eh e profundidade. As análises de correlação e de PCA mostraram que a diversidade microbiana no aterro foram afetadas pela distância e profundidade de aterramento.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32518
Appears in Collections:Teses de Doutorado - (CIEnAm-PG)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE DOUTORADO_ADRIANO BRAGA 08 Novembro 2020 FINAL.pdf17.5 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA