DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Comunicação >
Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas ( POSCOM) >
Teses (Pós-com Comunicação e Cultura Comtemporânea) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32013

Title: Capture, compartilhe e interaja: Um estudo sobre as condições materiais e as performances sociais observadas em um aplicativo de produção e compartilhamento de imagens
Authors: Gomes, Vitor José Braga Mota
???metadata.dc.contributor.advisor???: Ribeiro, José Carlos Santos
Keywords: Interação social;Fotografia;Performance;Materialidades;Dispositivos móveis;Sistema de comunicação móvel -Aspectos sociais
Issue Date: 7-Jul-2020
Abstract: Essa tese lança um olhar sobre a sociabilidade contemporânea, no que tange ao uso, cada vez mais acentuado, de imagens fotográficas para a expressividade dos indivíduos em redes sociais digitais, principalmente com a adoção em larga escala dos dispositivos móveis de comunicação e de seus aplicativos voltados para a formação de redes. Adotamos a hipótese de que a crescente prática de produção e compartilhamento de fotografias digitais assume um papel destacado na promoção de práticas sociais através da retratação da existência ordinária, em uma modalidade vernacular, que se situa para além da composição de uma memória autobiográfica presente em momentos anteriores da história da fotografia. De modo a averiguar nossa hipótese, realizamos uma pesquisa de campo tendo como objeto o aplicativo de compartilhamento de imagens conhecido como Instagram. Para tanto, consideramos os recursos existentes e as formas de apropriação do mesmo pelos usuários para a composição, através das imagens compartilhadas, de narrativas visuais do cotidiano em um momento caracteristicamente marcado pela grande exposição de si e pela conectividade generalizada. Adotamos como lentes interpretativas o conceito de performance social, extraído da Teoria Dramatúrgica, a partir da obra de Erving Goffman; e o conceito de condições materiais de produção e compartilhamento extraído da Teoria das Materialidades, a partir da obra de Hans Ulrich Gumbrecht. A pesquisa consistiu em duas etapas: na primeira, disponibilizamos na internet um questionário aberto que contou com a colaboração de 657 participantes; na segunda, trabalhamos com a análise de material exposto nas páginas pessoais de 50 participantes, usuários do aplicativo, correspondendo a um total de 250 postagens. Através da adoção da perspectiva metodológica denominada triangulação, lidamos, em nossa análise, com dados qualitativos e quantitativos por meio da criação de codificações capazes de detectar padrões de respostas dos usuários sobre suas práticas com a fotografia associadas ao aplicativo, bem como de mapear padrões de ações no processo de interlocução com suas redes sociais. Como resultado, detectamos que os indivíduos procuram se manter sempre disponíveis no aplicativo Instagram, através de seus smartphones e conectados por meio de redes wi-fi ou 3G, fazendo com que as fotografias compartilhadas – principalmente as selfies, sejam elas individuais, sejam elas em grupo – retratem o dia a dia deles e da sua rede, em um contexto marcado por uma grande demanda social para “verem” e “serem vistos”. Esse compartilhamento mostrou-se ser feito de maneira estratégica, tendo como referência dois aspectos: (1) a interveniência de variáveis técnicas e do próprio ambiente, e (2) as formas de se obter visibilidade com a sua rede, de se adquirir reputação e de se alcançar outros públicos potencialmente interessados pelas suas postagens. Ainda, concluímos que a relação dos usuários com fotografias produzidas se altera, por um lado, com a diminuição das práticas de colecionamento de imagens fotográficas, em uma modalidade que reforça a composição de uma memória autobiográfica e, por outro, com o incremento das práticas de utilização das fotografias para a criação e circulação de representações de si associadas a uma retratação contínua da existência ordinária, em uma modalidade vernacular que se apresenta através dos dispositivos móveis de comunicação e de seus aplicativos de compartilhamento de imagens.
This thesis explores the contemporary sociability, with respect to the use, more and more broadly, of photographic images for the expressiveness of individuals in digital social networks, especially with the widespread adoption of mobile communication devices and their applications focused on networking. We adopt the hypothesis that the growing practice of production and digital photo-sharing assumes a leading role in promoting social practices through the portrayal of ordinary existence, in a vernacular form, that lies beyond the composition of an autobiographical memory that exists in previous moments of the history of photography. In order to verify our hypothesis, we conducted an empirical research as having the object image sharing application known as Instagram. Therefore, we consider existing resources and the forms of appropriation of the same by the users for the composition, through shared images of everyday visual narratives in a moment characteristically marked by major exhibition of himself, and for widespread connectivity. We have adopted as interpretative framework the concept of social performance extracted from Theory Dramaturgical, specifically from the work of Erving Goffman; and the concept of material conditions of production and sharing extracted from the Theory of Materialities, specifically from the work of Hans Ulrich Gumbrecht. The research consisted of two stages: first, we provide on the internet a questionnaire, which included the collaboration of 657 participants; in the second, we conducted with the exposed material analysis in the personal pages of 50 participants, users of the application, corresponding to 250 posts in total. Through the adoption of methodological perspective called triangulation, we deal in our analysis with qualitative and quantitative data through the creation of encodings that can detect users' answers patterns on their practices with the photograph attached to the application as well as to map patterns in stock dialogue process with their social networks. As a result, we found that individuals try to stay always available on Instagram application, through their smartphones and connected through wi-fi or 3G, making the shared photos - especially selfies, whether individual or group - portray on their day and its network, in a context marked by great social demand to "see" and "be seen". This sharing has some strategies, with reference to two aspects: (1) the intervention of technical variables and the environment itself, and (2) the ways to get visibility to your network, to acquire reputation and to achieve other potentially interested public by their posts. Still, we conclude that the relationship of users with photographs produced changes on the one hand, with the decrease of Collecting practices of photographic images in a mode that enhances the composition of an autobiographical memory, and on the other, with increasing practice the use of photos for the creation and circulation of representations of themselves associated with a continuous portrayal of ordinary existence, in a vernacular form, that is presented through mobile communication devices and its image sharing applications.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/32013
Appears in Collections:Teses (Pós-com Comunicação e Cultura Comtemporânea)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Gomes 2015 - Capture, compartilhe e interaja _ Um estudo sobre as condições materiais e as performances sociais observadas em um aplicativo de produção e compartilhamento de imagens.pdf5.2 MBAdobe PDFView/Open
Gomes 2015 - Apendice tese de doutorado.pdfApêndice da tese103.25 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA